rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Protagonismo indígena do Brasil nas artes plásticas é tema de exposição na França

Por Márcia Bechara

A exposição Terras Indígenas, em cartaz no espaço Philippe Noiret, em Clayes Sous Bois, na região metropolitana de Paris, é um projeto interativo cujas obras nascem da necessidade da artista plástica Claudia Campos em nos mostrar a fragilidade da natureza e os preconceitos que ameaçam o ecossistema.

"Trabalho com os povos indígenas desde 1993, e aos poucos fui aprofundando a questão. Esse projeto Terras Indígenas existe desde 2005, durante o Ano do Brasil na França", conta Cláudia Campos. "A partir da abertura que notei em relação ao tema, comecei a convidar os artistas para que eles, a partir de um povo sugerido, desenvolvessem uma obra dentro das artes visuais. Esta é a quinta edição do projeto, e desta vez com presença de artistas indígenas", diz.

"Os índios hoje querem o protagonismo, e isso é importante. Se eu tiver um espaço, quero compartilhá-lo. E também uma reflexão mais profunda não apenas sobre a fragilidade dos índios, mas a sua resistência, são mais de 300 povos existentes, eu quero falar das culturas vivas [no Brasil]", diz Cláudia Campos.

Obra presente na exposição Terras Indígenas, em cartaz no espaço Philippe Noiret, em Clayes Sous Bois, na região parisiense. Divulgação

"Trabalho com diferentes suportes encontrados, às vezes naturais, como a terra, que é uma questão que evoco bastante, a água, o que foi represado e o que foi destruído; trago também uma grande pintura desta vez que evoca as crianças indígenas e não-indígenas, todos, com roupas, como numa instalação, mostrando a imposição que foi norma entre indígenas e não indígenas", conta.

A exposição Terras Indígenas fica em cartaz no espaço Philippe Noiret, em Clayes Sous Bois, na região parisiense, até 12 de maio de 2019.

Grupo “Trio in Uno” lança álbum “Ipê” em homenagem ao cerrado brasileiro

"Hungria mantém refugiados em centros de detenção arbitrária", diz ativista

Nazaré Pereira, pioneira do forró na França, revela um “outro Brasil”

"Está difícil ter orgulho de ser brasileiro", diz Martinho da Vila, antes de show em Paris 

"Bacurau" mostra o Brasil, "um país maravilhoso, mas também muito feio”, disse Kléber Mendonça em Cannes

Com álbum “+100”, Casuarina apresenta samba moderno em turnê pela Europa

Do burlesco à modernidade, livro retraça percurso revolucionário da atriz Helena Ignez, musa do 'cinema marginal' brasileiro

Do burlesco à modernidade, livro retraça percurso revolucionário da atriz Helena Ignez, musa do 'cinema marginal' brasileiro

Fotógrafo brasileiro expõe em Paris reflexões sobre memória e preservação

Tinta Bruta, o filme da 'bicha que resiste' estreia no circuito comercial na França

Exclusão do português em exame de entrada na universidade na França gera protestos

Entre arqueologia e performance, jovem artista brasileira Manoela Medeiros estreia individual em Paris

“Macron quis governar a França como uma startup”, diz especialista sobre dois anos do presidente no poder

“Fomos influenciados pela França desde a infância”, diz autora de guias turísticos

“Legado de Da Vinci é universal” e disputa entre França e Itália é política diz professor da USP

Reforma da Previdência pode precarizar trabalhador com aumento da informalidade, diz economista Thomas Coutrot

“Rever o modo de funcionamento da educação no Brasil é muito preocupante”, diz Carlos Cury