rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Celular Coreia do Sul Estados Unidos Patentes Samsung Suécia

Publicado em • Modificado em

Samsung processa Ericsson por violação de direitos autorais

media
Sede da Ericsson em Estocolmo: com vendas em queda, companhia briga por receita de patentes REUTERS/Bob Strong

A sul coreana Samsung anunciou hoje que entrou com um processo contra a fabricante de celulares Ericsson para proibir a venda e importação de produtos da empresa nos Estados Unidos. A líder mundial no mercado de smartphones acusa a concorrente sueca de violar sete de suas patentes.

 


Com esta queixa, prestada na sexta-feira, a companhia sul coreana responde na mesma moeda à Ericsson, que tenta proibir suas importações americanas junto à Comissão do Comércio Internacional (ITC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, também sob acusação de quebra de patentes. Em comunicado, a Samsung declarou: "achávamos que era possível negociar com toda a lealdade com a Ericsson. Mas ela se mostrou pouco inclinada a dar continuidade a estas negociações, fazendo reivindicações pouco razoáveis".

A Ericsson, que declarou uma baixa de 17% no volume de vendas no terceiro trimestre, procura os tribunais para defender a receita gerada por suas patentes. A Samsung, impulsionada pela explosão mundial nas vendas de tablets e smartphones, vive tendência oposta e começa a ameaçar a empresa sueca em seu próprio terreno: o mercado de equipamentos de rede.

Em seu blog, o especialista em patentes Florian Mueller, comenta que "hoje, nenhum ator do setor pode subestimar a capacidade da Samsung de virar um peso pesado, quiçá líder, de um novo segmento do mercado de equipamentos de telecomunicação. E é claro que isso adiciona uma dimensão estratégica ao conflito Samsung-Ericsson".

A empresa coreana também está envolvida em embates jurídicos com a Apple em dez países, uma disputa que pode determinar a liderança do mercado de telefonia móvel.