rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Crise Desemprego Economia Jovem OIT

Publicado em • Modificado em

Mundo terá mais de 200 milhões de desempregados em 2013

media
Jovens em uma agencia de trabalho na Polônia. REUTERS/Peter Andrews

Novo relatório da Organização Internacional do trabalho (OIT), publicado nesta terça-feira em Genebra, revela que o mundo terá um número recorde de desempregados este ano. A estimativa é que 202 milhões de pessoas ficarão desempregadas em 2013.


O relatório anual da OIT prevê que o número de desempregados vai aumentar em 5,1 milhões este ano e atingir 202 milhões. Em 2014, a previsão da agência da ONU também é de alta e mais 3 milhões de pessoas em todo estarão desocupadas.

“Apesar de uma expectativa de alta moderada do crescimento global nos próximos dois anos, a perspectiva para o emprego não são boas”, afirmou o diretor-geral da OIT, Guy Ryder. O recorde, que era de 199 milhões de pessoas em 2009, será quebrado este ano informou Ryder.

A taxa de desemprego deve atingir e se manter em mais de 6% a nível global, em 2014. O número de desempregados em todo o mundo voltou a crescer em 2012 quando mais 4 milhões de trabalhadores ficaram sem trabalho, aumentando para 197 milhões o grupo de pessoas sem emprego em todo o mundo.

A OIT está principalmente preocupada com o desemprego entre os jovens. Mais de 73 milhões de jovens estão desocupados no mundo e a desaceleração da atividade econômica vai provavelmente deixar mais meio milhão sem emprego até 2014, prevê a agência da ONU.

Em 2012, a taxa de desemprego entre os jovens subiu para 12,6% e deve atingir 12,9% em 2017. Com a crise, surgiu o fenômeno, até então inédito, de desemprego de longa-duração entre os jovens, principalmente nos países desenvolvidos.