rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
  • Acordo do Brexit recebe apoio preliminar do Parlamento britânico

Economia Bolsa de Valores FED Mario Draghi Janet Yellen Inflação BCE

Publicado em • Modificado em

Mercado aguarda discursos de Yellen e Draghi em reunião em Jackson Hole

media
Janet Yellen, presidente do FED (Banco Central dos EUA). REUTERS/Robert Galbraith/Files

À espera dos discursos de Janet Yellen, presidente do Fed (banco central dos EUA), e do presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, as bolsas europeias operam em baixa nesta sexta-feira (22).  


Todos os anos, dirigentes de bancos centrais e os mais influentes economistas do mundo se reúnem que Jackson Hole, nos Estados Unidos, para discutir sobre os rumos da economia. O ponto alto da edição de 2014, que começou ontem, acontece nesta sexta-feira com os discursos de Janet Yellen e de Mario Draghi.

Neste ano, o tema do encontro é a situação do mercado de trabalho. Mas os analistas vão estar atentos a cada palavra proferida pelos presidentes dos bancos centrais, como explica à RFI Christophe Destais, diretor adjunto do CEII, centro de pesquisa sobre economia mundial.

“Os observadores vão analisar as nuances desses discursos para tentarem antecipar da melhor forma possível as decisões futuras. Eles vão prestar atenção se Janet Yellen vai dar novas indicações sobre o ritmo de compras de títulos do tesouro americano pelo Fed. Ou seja, se vai acelerar ou diminuir o ritmo”, avaliou Destais.

A fala de Mario Draghi também é muito aguardada. Os participantes do encontro e todos os avalistas que acompanham esse simpósio em Jackson Hole esperam ter mais esclarecimentos sobre o perigo de deflação que ronda a Europa. “Todos querem ver se Mario Draghi vai falar sobre a fragilidade da inflação na zona do euro e sobre como o BCE vai tratar essa questão. Todos vão analisar minuciosamente se a política monetária europeia será ainda mais flexível”, disse o diretor-adjunto do CEII.

Reação dos mercados

Ao meio-dia, a Bolsa de Paris operava em baixa de 0,88%. Em Frankfurt, o índice DAX caiu 0,71% no mesmo período assim como o índice FTSE em Londres. Em Moscou, refletindo a crise na Ucrânia, a queda foi mais acentuada. O RTS, índice cotado em dólar caiu 1,98%. O Micex, cotado em rublos, caiu 1,63%.