rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Celular Samsung Explosão

Publicado em • Modificado em

Samsung anuncia fim da produção do Galaxy Note 7 após explosões de bateria

media
Samsung interrompe produção do Galaxy Note 7 e pede aos usuários que desliguem o aparelho devido ao risco de explosão da bateria. REUTERS/Kim Hong-Ji/File Photo

A Samsung anunciou nesta terça-feira (11) a suspensão total da produção de seu modelo de smartphone Galaxy Note 7, devido ao risco persistente de explosão da bateria, segundo comunicado da empresa.


A Samsung havia ajustado recentemente os volumes de produção do Galaxy Note 7, para permitir uma investigação aprofundada dos incidentes com a bateria do aparelho e um amplo controle de qualidade nas unidades já fabricadas. "Porém, como a segurança do consumidor é nossa preocupação número um, decidimos a suspensão total da produção", explica a nota.

A decisão anunciada pelo primeiro fabricante mundial de smartphones foi tomada depois que as ações do grupo perderam 8% no encerramento do pregão, nesta terça-feira, na bolsa de Seul. A Samsung contava com este modelo para sustentar seu crescimento até o fim do ano, em um mercado cada vez mais competitivo.

Ontem, a Samsung já havia anunciado a suspensão das vendas do novo smartphone da marca, assim como das trocas de aparelhos que tinham beneficiado de um "recall". Embora os engenheiros da companhia tenham feito algumas adaptações na bateria, depois da constatação dos incidentes, eles não conseguiram eliminar definitivamente o risco de explosão. 

No dia 2 de setembro passado, a empresa ja havia anunciado um "recall" de 2,5 milhões de unidades de seu Galaxy Note 7, que é um aparelho intermediário entre o celular e o tablet. A operação de coleta, avaliada entre US$ 1 e US$ 2 bilhões, foi interrompida com a ocorrência de novas explosões, na semana passada, de aparelhos que tinham sido trocados.