rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Barcelona Campeonato Espanhol Espanha Futebol Neymar Santos

Publicado em • Modificado em

Neymar posa para fotos na sede do Barcelona

media
Neymar chega à sede do Barcelona nesta segunda-feira, 3 de junho de 2013. REUTERS/Albert Gea

Com 1 hora de atraso em relação ao horário inicialmente previsto, Neymar desembarcou em Barcelona e foi diretamente para a sede do clube catalão. Cerca de 50 mil torcedores devem lotar o estádio do Camp Nou, logo mais, para assistir a apresentação oficial do brasileiro. Pouco antes da chegada, ainda no avião, Neymar postou foto nas redes sociais. 


Fina Iñiguez, correspondente em Barcelona

Neymar vai passar 12 horas em Barcelona com uma agenda apertadíssima: ele faz uma sessão de fotos logo na chegada, passa por exames médicos, assina o contrato de cinco temporadas com o time catalão, depois é apresentado à torcida e encerra a maratona com uma entrevista coletiva.

O atacante de 21 anos se junta à lista de craques brasileiros que começaram a chegar ao Barcelona vinte anos atrás, como Romário, seguido por Ronaldo, Rivaldo e Ronaldinho Gaúcho. A expectativa é grande, mas a “era Neymar” de fato só começa em julho, quando ele vier definitivamente se instalar na cidade.

Depois da assinatura do contrato, Neymar faz uma segunda sessão de fotos ao lado do presidente do clube, Sandro Rosell, do vice Josep María Bartomeu e do diretor de futebol do Barcelona Antoni Zubizarreta. O momento mais esperado do dia é, sem dúvida, o primeiro contato do jogador com a torcida no Camp Nou, onde são esperados cerca de 50 mil torcedores para fazer a festa.

Finalmente, às 19h30 (14h30 em Brasília) Neymar vai dar uma coletiva já como jogador do Barcelona e, logo em seguida, o ex-santista pega o jatinho de volta para o Brasil, onde está concentrado com a seleção brasileira para a Copa das Confederações. Depois do empate com a Inglaterra neste domingo (2-2), na reabertura do Maracanã, o Brasil enfrenta a França, no próximo domingo, em Porto Alegre.

A exploração dos direitos de imagem do jogador brasileiro ficarão a cargo da empresa Doyen, com sede em Londres, até o final do contrato com o Barça em 2017. A ideia da Doyen, segundo o site esportivo Marca, é investir no mercado asiático, onde o Barcelona já desperta interesse especial e se posiciona à frente dos concorrentes europeus graças ao argentino Messi.