rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Barcelona Espanha Futebol Neymar Rei da Espanha

Publicado em • Modificado em

Barcelona confirma ausência de Neymar por 3 ou 4 semanas devido a lesão

media
O atacante Neymar sai amparado de campo após contusão no tornozelo no jogo contra o Getafe pela Copa do Rei da Espanha. Reuters

O brasileiro Neyar, vítima de uma entorse no tornozelo na quinta-feira feira, ficará ausente dos gramados por um período de “três a quarto semanas”, anunciou nesta sexta-feira (17) o Barcelona. O atacante pode se recuperar a tempo de disputar as oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa.


“Os testes realizados na manhã de hoje confirmam que o jogador sofre de um entorse nos tendões fibulares do tornozelo direito”, informou o clube catalão através de um comunicado. No texto, o Barcelona informa a ausência estimada de três a quatro semanas.

Na sua primeira partida como titular em 2014 pelo Barca, Neymar se contundiu sozinho na quinta-feira durante uma partida contra o Getafe pela Copa do Rei da Espanha. O jogo, válido pela partida de volta das oitavas de final da competição, terminou em 2 a 0 para o time catalão, o que significa a classificação para a próxima fase do torneio. Neymar se contundiu aos 23 minutos do primeiro tempo quando o jogo ainda estava empatado.

O brasileiro, de 21 anos, caiu quando tentava cruzar uma bola perto da linha de fundo. Deposi da queda, o atacante fazia gestos expressando sentir muita dor. Ele deixou o gramado mancando, apoiado por dois membros da equipe técnica do Barca e foi substituído por Aléxis Sanches.

Neymar não havia sido escalado como titular desde meados de dezembro por diversas razões, entre elas por suspensão e devido a uma gastroenterite.

O Barcelona espera vê-lo de novo em campo para o duelo contra o Manchester City pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. A partida está marcada para o dia 18 de fevereiro na Inglaterrra.

Pai no vestiário

O treinador do time, Gerardo Martino, já tinha demostrado serenidade e otimismo sobre a contusão do craque, dizendo não acreditar que “iria demorar muito tempo” para a recuperação.

“Podia ter sido pior. Neymar está tranqüilo e seu pai acabou de passar pelo vestiário. Os médicos nos deixaram tranquilos”, havia dito Martino após o jogo contra o Getafe.