rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Copa de 2014 Brasil Aldo Rebelo Esportes Inglaterra Calor

Publicado em • Modificado em

Aldo Rebelo ironiza críticas de ingleses sobre calor de Manaus

media
A Arena de Manaus, um dos estádios em que a seleção inglesa vai jogar durante a Copa. REUTERS/Bruno Kelly

Durante sua visita a Londres, o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, ironizou as críticas dos ingleses às condições climáticas de Manaus, onde a seleção da Inglaterra vai jogar contra a Itália em sua estreia na Copa, no dia 14 de junho. Durante entrevista coletiva nesta terça-feira (18), Rebelo rebateu as críticas do treinador da equipe usando bom humor e dados históricos.


Durante sua visita a Londres, o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, ironizou as críticas dos ingleses sobre as condições climáticas de Manaus, onde a seleção da Inglaterra vai jogar contra a Itália em sua estreia na Copa, no dia 14 de junho. Durante entrevista coletiva nesta terça-feira (18), Rebelo rebateu as críticas do treinador da equipe usando bom humor e dados históricos.

Depois do sorteio das chaves da Copa do Mundo, em dezembro, o treinador da Inglaterra, Roy Hodgson, declarou que a capital do Amazonas era um “lugar a ser evitado”, em alusão ao calor úmido que, segundo ele, vai atrapalhar o desempenho dos atletas europeus, que tem pouca ou nenhuma experiência em jogar em tais condições.

“A cidade fica no meio da selva amazônica e as temperaturas e umidade são muito altas, bem acima do que em qualquer outra região do país”, afirmou na época. Durante o inverno na região, a umidade do ar pode chegar a 80%, o que preocupa as equipes.

O ministro Rebelo lembrou que o clima amazônico não é totalmente estranho aos ingleses, já que durante o Império Britânico eles chegaram a controlar até a região onde está a Guiana, hoje um país independente. Esse histórico irá contribuir para o período de adaptação dos jogadores e comissão técnica, na opinião do ministro brasileiro. “É um clima tropical que os súditos da Rainha já conheceram durante o Império e onde o sol nunca se põe”, disse Rebelo.

Prefeito de Manaus se irrita

As declarações de Hodgson irritaram o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, que chamou o treinador inglês de “mal educado” e chegou a dizer que a equipe “não seria bem vinda” a Manaus.
Em resposta, Hodgson enviou uma carta se retratando. Na sua mensagem, o técnico afirmou estar feliz que a cidade faça parte da Copa do Mundo e que será um ótimo local para Inglaterra jogar.