rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

França Argentina Copa de 2014 Suíça Honduras Nigéria Futebol

Publicado em • Modificado em

França e Suíça pegarão Nigéria e Argentina nas oitavas

media
Uma das ocasiões de gol desperdiçadas pela equipe da França, contra a Nigéria. Reuters

A seleção francesa garantiu o primeiro lugar no grupo E ao empatar sem gols no Maracanã com o Equador nesta quarta-feira (25). Apesar do domínio em campo e jogando com um homem a mais durante boa parte do segundo tempo, os Bleus tiveram muitas oportunidades, mas não conseguiram superar a defesa da equipe sul-americana. Na próxima fase, irá enfrentar a Nigéria. A Suíça terminou em segundo com uma goleada sobre Honduras por 3 a 0 e vai encarar a Argentina nas oitavas de final do Mundial.


França e Suíça foram as únicas seleções europeias que ficaram com as duas vagas de um mesmo grupo. Outras equipes tradicionais do continente, como Itália, Espanha e Inglaterra, já deram adeus à Copa na primeira fase, além da estreante Bósnia e a Croácia.

Com seis alterações no time titular, a França do treinador Didier Deschamps foi menos convincente do que nos dois jogos anteriores, quando goleou os suíços e hondurenhos. Sem seu principal criador de jogadas, o meio atacante Valbuena, a seleção francesa teve dificuldades em chegar com perigo ao gol equatoriano. Somente aos 47 minutos, Griezmann conseguiu um chute ao gol, mas o goleiro evitou.

“Estamos contentes com a classificação, era nosso objetivo. Agora, é descansar. Foi um jogo difícil, eles emperraram um pouco o jogo. Tivemos algumas oportunidades, mas o goleiro defendeu", disse o atacante Benzema, que briga pela artilharia da Copa. Sobre o próximo adversário dos "Bleus", a Nigéria, o francês disse que se trata de uma "boa equipe".

Pressão total com expulsão de equatoriano

Após a expulsão de Antonio Valencia por uma entrada violenta de sola no lateral Digne, aos 5 minutos do segundo tempo, a França acentuou seu domínio de bola e pressionou mais para chegar ao gol. Muitas oportunidades surgiram com Matuidi, Pogba, Benzema e depois com os atacantes Giroud e Rémy, mas sem sucesso.

Precisando da vitória para ter chances de avançar às oitavas, o Equador foi à frente em contra ataques e obrigou Hugo Lloris a fazer pelo menos duas boas defesas.

"Não foi um jogo fácil, falhamos na hora de vencer, apesar de termos tentado. Foi também graças à qualidade do adversário, que tinha seu valor", reagiu o meio campista Blaise Matuidi. "Será preciso se concentrar para o próximo jogo, descansar bastante. A Nigéria é um time para se levar muito a sério. A equipe não chegou às oitavas à toa. Precisamos manter nosso estado de espírito", defendeu.

Para o treinador Didier Deschamps, o trabalho daqui para frente será o de analisar em detalhes o time africano. "Primeiro teremos que saborear (nossa classificação). Temos cinco dias para nos prepararmos. Tivemos muitas oportunidades. Às vezes, temos menos chances e marcamos. O essencial é sermos o primeiro do grupo", disse.

Suíça não teme Argentina

No outro jogo, a Suíça derrotou facilmente Honduras por 3 a 0 graças a um "hat trick" do jovem Shaqiri, que marcou os dois primeiros gols no primeiro tempo (6’ e 31’) e depois fechou o placar que garantiu a classificação aos 26’ da etapa final.

"Estou muito orgulhoso da equipe. Sem ela, não teria marcado três vezes. Joguei bem hoje. Talvez possamos beber um copo de vinho”, brincou Shaqiri.

Mas o adversário das oitavas vai dar mais trabalho. "A Argentina é um sonho para nós. Será um belo jogo", declarou o atacante. "Não seremos favoritos, mas jogaremos para ganhar e mostrar boas coisas. Tudo é possível”, afirmou, otimista.