rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Fórmula 1 Japão Esporte

Publicado em • Modificado em

GP do Japão: Rosberg vence e fica mais perto do título

media
O alemão Nico Rosberg conquistou neste domingo (9) a 23ª vitória de sua carreira. REUTERS/Toru Hanai

Mais líder do que nunca, o alemão Nico Rosberg, da Mercedes, venceu o Grande Prêmio do Japão, neste domingo (9), no circuito de Suzuka, e aumentou para 33 pontos sua vantagem sobre seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, que ficou em terceiro. O holandês Max Verstappen, da Red Bull, chegou em segundo.


Ao colocar dois pilotos no pódio neste domingo, a Mercedes conquistou o título de construtores pelo terceiro ano consecutivo, faltando quatro provas para o fim da temporada. Somando 593 pontos, com 15 vitórias em 17 corridas, a escuderia alemã não pode mais ser alcançada pela Red Bull, que tem 385.

Essa foi a 23ª vitória da carreira de Rosberg, a nona do ano. O alemão, que largou na pole position, liderou de ponta a ponta e foi beneficiado pela péssima largada de Hamilton, que chegou a cair para o oitavo.

O atual bicampeão mundial manteve a cabeça fria para minimizar o prejuízo, tentou ultrapassar Verstappen na última volta, mas foi fechado pelo holandês e acabou passando reto na chicane.

"Manter os pés no chão"

Com 313 pontos, contra 280 de Hamilton, Rosberg pode ser campeão se terminar em segundo lugar nas quatro provas restantes, até mesmo se o rival ganhar todas elas. "São 33 pontos de vantagem, mas não estou focado nisso. Ainda tem muita coisa para acontecer então prefiro manter os pés no chão", avisou o alemão.

"Vou dar meu melhor até o fim da temporada e vamos ver o que acontece. Nico fez um ótimo trabalho, está de parabéns", comentou Hamilton, que está cada vez mais longe do sonho do tetracampeonato, depois dos títulos de 2008, 2014 e 2015.

Já as duas Ferraris terminaram mais uma vez na beira do pódio, com o alemão Sebastian Vettel em quarto e o finlandês Kimi Räikkönen em quinto, na frente do australiano Daniel Ricciardo (6º), vencedor do GP da Malásia, no último domingo (2).

O brasileiro Felipe Massa, da Williams, ficou na nona posição e voltou a pontuar, depois de duas corridas. Já Felipe Nasr, da Sauber, ficou em 19º.

(Com informações da AFP)