rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Seleção brasileira Rússia Futebol Esporte Copa de 2018

Publicado em • Modificado em

Brasil confirma Sochi como base na Copa de 2018, e Edu Gaspar fala em "humanizar" a seleção

media
Edu Gaspar, coordenador de seleções da CBF, em entrevista coletiva em Moscou. 30/11/17. Foto: Tiago Leme

Na véspera do sorteio da Copa do Mundo de 2018, Edu Gaspar, coordenador de seleções da CBF, deu detalhes de como será a preparação do Brasil para o Mundial da Rússia. Em entrevista nesta quinta-feira (30) em Moscou, o dirigente confirmou Sochi como cidade-base da equipe e preferiu não manifestar preferências sobre adversários, grupos ou cidades para atuar na primeira fase.


Tiago Leme, de Moscou para a RFI Brasil

"Agora está 100% sacramentado que nós estaremos em Sochi. Toda a burocracia, todas as assinaturas, tudo está 100%. A gente tem que definir o lugar antes do sorteio, então pode ser que caia em um grupo com jogos em outras cidades. Mas os deslocamentos em si são muito bem organizados, são privativos, não é um grande problema. Estrategicamente se for ver a quantidade de jogos, Sochi está entre as cidades que vão receber mais jogos, termos o base camp top 2, se não for o melhor. Se cair pra nós Sochi (na primeira fase), que seja bem-vindo", afirmou.

Edu também confirmou as duas etapas anteriores de preparação da seleção, no Brasil e na Inglaterra. Apresentação para a Copa será no dia 21 de maio, na Granja Comary, em Teresópolis, no Rio de Janeiro. Os jogadores que tiverem disputando a final da Champions League, marcada para o dia 26 em Kiev, na Ucrânia, chegarão na sequência.

Depois, a ideia da comissão técnica é realizar um amistoso no Maracanã, com o intuito do time se despedir da torcida do país e ficar mais próximo do povo. A equipe ainda ficará cerca de dez dias treinando em Londres, no CT do Tottenham, com a possibilidade de fazer mais um ou dois jogos preparatórios na Inglaterra. A chegada em Sochi está prevista para acontecer uma semana antes da data da estreia no Mundial, que pode ser entre os dias 14 e 19 de junho.

Convivência com os familiares durante a Copa

Assim como vem acontecendo nas partidas da seleção desde que Tite assumiu o comando, os jogadores terão certa liberdade durante a Copa e poderão conviver com suas famílias, que ficarão hospedadas em um hotel ao lado. Edu Gaspar explicou que não existe nenhuma cartilha de regras para os atletas, que terão a possibilidade de passar o dia com as mulheres, filhos ou amigos quando tiverem folga na Rússia.

"É humanizar um pouco o nosso dia a dia, deixar as coisas um pouco mais normais. É acabar o treino e poder brincar um pouco com o seu filho. As famílias não vão estar junto, no mesmo hotel, mas estarão próximas, em um hotel próximo. Já existe uma dinâmica criada nas eliminatórias sobre essa questão, a verdade é que hoje os atletas sabem o que pode, não pode, o que é bom, o que não é. Os atletas sabem hoje, o nosso grupo é excelente nisso.

A concentração brasileira em Sochi será no Swissôtel Resort, hotel que tem um campo em anexo. Apesar da privacidade, o local não estará fechado exclusivamente para a seleção, e os jogadores poderão ter contato com outros hóspedes. A localização do campo também não permite que Tite faça um treino fechado, já que há a possibilidade de visão para quem está do lado de fora, mas isso não preocupa a comissão técnica.

O sorteio para a Copa de 2018 será realizado nesta sexta-feira, em Moscou, em cerimônia que começa às 13h (horário de Brasília). O Brasil será um dos oito cabeças-de-chave e estará no pote 1, assim como Rússia, Alemanha, Argentina, França, Portugal, Bélgica e Polônia.