rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Esportes
rss itunes

“Arsenal e Real Madrid são clubes que todos sonham em jogar”, diz Malcom sobre possível transferência

Por Elcio Ramalho

Considerado um dos grandes nomes do campeonato francês, o atacante brasileiro Malcom podem estar vivendo seus últimos dias com a camisa do Bordeaux. O próprio jogador admite estar no radar de “três ou quatro” grandes times da Europa e sua saída da França deve ser selada até a próxima quarta-feira (31) quando se encerra oficialmente a janela de transferências de inverno do mercado.

Aos 20 anos, com contrato com o Bordeaux até 2021, Malcom não revela os nomes dos clubes, mas é cobiçado por times da Inglaterra e Espanha. “Sim, tem clubes interessados. Mas, enquanto estiver aqui, vou fazer meu máximo”, diz o jogador.  

O jogo deste domingo contra o Lyon, vice do campeonato francês pode ser o último com a camisa do time. Nesta temporada Malcom fez sete gols em 21 jogos e é o artilheiro do time.

Caso seja mesmo concretizada a transferência, ele já tem um discurso preparado: “Se por acaso eu não ficar aqui e for embora nesta janela, vou agradecer o Bordeaux por tudo. O Bordeaux foi o clube que me abriu as portas na Europa”, reconhece.

A informação do jornal inglês The Telegraph indica que o Arsenal estaria interessado em adquirir o ex-corinthiano. Com a ida do chileno Alexis Sánchez para o Chelsea, o brasileiro passou a ser cotado para assumir a camisa 7 do clube inglês, mesmo número da sua atual no time francês.

O passe estaria sendo avaliado em 40 milhões de libras. Outras informações da imprensa no Brasil e na Europa indicam que o jovem teria chegado a um acordo com o Tottenham por € 50 milhões de euros.

O Real Madrid, que passa por um período delicado no futebol espanhol e pretende jogar todas as suas fichas na Liga dos Campeões da Europa, também estaria disposto a pagar R$ 100 milhões para ter o atacante.

“Tem muitos grandes clubes, de grande expressão, e jogar neles não é para qualquer um. Não só no Arsenal, mas também no Real Madrid, jogar num desses clubes todos sonham”, explica.  

O atacante brasileiro do Bordeaux, Malcom NICOLAS TUCAT / AFP

Críticas sobre selfie com Neymar

Na entrevista à RFI Brasil, Malcom também explicou não ter tido nenhum arrependimento com a selfie tirada com Neymar após seu time ter perdido de 6 a 2 para o PSG no Parc dos Príncipes, em 30 de setembro de 2017.

Apesar da derrota, Malcom aproveitou o encontro com seu ídolo e ao sair do gramado, fez uma foto no qual aparece sorrindo com o amigo. A imagem circulou pelas redes sociais e rendeu críticas ferozes até dentro do próprio clube.

“Estou de acordo comigo, não fiz coisa errada. Dentro de campo eu fui o melhor, dei o meu máximo. O Paris foi melhor. Mas eu fiz certo em tirar a foto”, destacou. “Depois eu fiz uma selfie com a torcida do Bordeaux também. Acho que eles ficaram com ciúme e eles mereciam a selfie também”, explicou.   

Brasil perde invencibilidade no futebol de areia e fica em terceiro na Copa Intercontinental de Dubai

Maior jóquei brasileiro é homenageado no Hipódromo de Chantilly na França

"Isto não me afeta", diz jogador brasileiro vítima de racismo na Europa

"CBF é uma das confederações mais atuantes contra o racismo", diz autor de livro

Lutadora brasileira de 17 anos faz história no Mundial juvenil na Hungria

“Gostaria que não fosse necessário um time gay”: jogadores se unem contra o preconceito

Morte de jovem jogador de rúgbi reacende o debate sobre comoções cerebrais na França

Vitória na Copa deve aumentar número de inscritos em clubes amadores de futebol na França

Rússia é eliminada, mas turistas elegem donos da casa como “campeão da Copa”

Foco, confiança e boa noite de sono deram a Simona Halep o sonhado troféu de Roland Garros

Participação brasileira no torneio juvenil de Roland Garros é histórica

Didier Deschamps confia nos jovens da seleção francesa para surpreender na Copa

"Adoraria ser treinador do Neymar", diz Thiago Motta após despedida como jogador