rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Neymar Paris Saint-Germain (PSG) Futebol Liga dos campeões Imprensa

Publicado em • Modificado em

Imprensa diz que PSG terá de se adaptar para enfrentar ausência de Neymar

media
O jogador mostrou o tornozelo machucado no Instagram. A imagem foi publicada no jornal "Le Parisien". (Foto: Reprodução)

Antes de a imprensa brasileira e a espanhola dizerem que Neymar havia decidido operar o pé direito para tratar de uma fissura no metatarso, o futuro do jogador brasileiro nesta temporada já estava nas manchetes esportivas desta terça-feira (27) na França. "O tornozelo de Neymar incha, mas é o Paris Saint-Germain inteiro que manca", afirmava de manhã o jornal Le Parisien.


A imprensa francesa está preocupada com a perspectiva do clube francês se ver obrigado a disputar o jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões contra o Real Madrid, no dia 6 de março, desfalcado do camisa 10. Na noite de segunda-feira (26), o PSG comunicou que Neymar sofreu uma "entorse" no tornozelo direito e uma "fissura" no quinto metatarso, admitindo que o craque é dúvida para o jogo contra o clube espanhol na próxima semana.

Le Parisien diz que o PSG terá de se adaptar, já que não é a primeira vez que Neymar desfalca o time. Ele já esteve ausente de nove jogos do clube, desde que foi transferido do Barcelona no começo da temporada. Mas é fato que, de acordo com as estatísticas, o PSG marca menos gols quando o atacante não está em campo. Sem Neymar, o desempenho do time é de 2,8 gols por partida; com Neymar, sobe para 3,5. O brasileiro esteve implicado em 41% dos gols do time até o momento na temporada, contando os torneios franceses e o europeu. Le Parisien lembra que, para avançar na Liga dos Campeões, o PSG precisa vencer por dois gols de diferença, depois de perder por 3 a 1 em Madri.

Le Figaro convoca deuses gregos para cura

Tentando alimentar a esperança na torcida, o diário Le Figaro diz que seria uma pena Neymar estar ausente no dia 6. O jornal chega a evocar "deuses gregos para tratar do caso Neymar", quem sabe realizndo um milagre de última hora.

O jornal L'Equipe diz que sem Neymar, o PSG poderia alinhar Di Maria à esquerda ou à direita no trio de ataque. Mas nesse caso, o PSG ficaria desequilibrado nos 30 metros antes do gol, além de perder um jogador essencial que é capaz de pegar a bola no fundo do campo e levar rapidamente até balançar a rede.