rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Paris Saint-Germain (PSG) Real Madrid Liga dos campeões Derrota Cristiano Ronaldo Imprensa

Publicado em • Modificado em

Imprensa francesa massacra PSG após eliminação na Liga dos Campeões

media
O primeiro gol do Real Madrid, marcado por Cristiano Ronaldo. REUTERS/Gonzalo Fuentes

A imprensa francesa é dura com o PSG, após a eliminação do clube nas oitavas de final da Liga dos Campeões. A derrota por 2 a 1 para o Real Madrid, jogando em casa, deixou os comentaristas frustrados e ácidos.


Nos títulos e chamadas de capa dos jornais L'Equipe, Le Parisien, Le Figaro e Libération, entre outros, a constatação é a mesma: a equipe do PSG demonstrou seus limites em campo, jogou como "um clube pequeno", em patamar defasado em relação a grandes times europeus, como o próprio Real Madrid, o Barcelona ou o Bayern de Munique. O segundo ponto de consenso é a provável demissão do técnico espanhol Unay Emery, que não soube conduzir o time a seu maior objetivo, conquistar o título da Champions.

O jornal Libération viu uma equipe "falida" em campo. Para o L'Equipe, a derrota diante do Real Madrid foi "um fracasso recorrente". O jornal ressalta a superioridade "abissal" do clube espanhol, que transformou o PSG num clube "patético", na avaliação do Le Parisien, "indigno de um torneio como a Liga dos Campeões".

O técnico basco Unay Emery já tem o seu destino selado, garante a imprensa. L'Equipe diz que o treinador não estará em Paris na próxima temporada, enquanto o Le Parisien acredita que ele poderá deixar o time "antes do fim do campeonato". Entre os nomes cogitados para substituir Emery, o ex-técnico do Barcelona Luis Enrique teria a preferência de Neymar.

Brasileiros do PSG são criticados

Avaliando a classificação do Real Madrid para as quartas de final, ela parece óbvia: o francês Zinedine Zidane faz um trabalho excepcional como técnico do clube merengue, e os jogadores são irrepreensíveis em campo. "O chefe é Cristiano Ronaldo, com três gols contra o PSG nos dois jogos das oitavas", destaca o Le Parisien. "Entre os bons soldados de Zidane", diz a publicação, o brasileiro Casemiro, autor do segundo gol espanhol, ficou com a nota mais alta (7,5), ao lado de Carvajal.

Do lado do PSG, as notas são baixas, principalmente para os brasileiros. Começando por Daniel Alves, que falhou na defesa e deu a chance a Cristiano Ronaldo de marcar o primeiro gol da noite. Daniel Alves recebeu nota 3 do Le Parisien, Marquinhos e Thiago Motta 4, cada um, Thiago Silva alcançou a média, 5. O trio de atacantes também foi punido: Di Maria ficou com 2,5 de nota, Cavani 3,5 e Mbappé 4.

A imprensa destaca ainda o movimento na tribuna de honra do Parque dos Príncipes: assistiram o jogo o primeiro-ministro francês, Édouard Philippe, a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, o emir do Catar, o ex-presidente Nicolas Sarkozy, Ronaldo, Kaká, David Beckham, o alemão Lothar Matthaus e a atriz Robin Wright, de passagem por Paris.