rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Esportes
rss itunes

Paris Saint-Germain pode ser campeão francês se vencer Mônaco

Por Elcio Ramalho

Já não há mistério: o PSG será campeão francês na temporada. O título pode voltar às mãos do clube no jogo deste domingo (14) contra o Mônaco. Caso vença a partida no Parque dos Príncipes, trará de volta à Paris o troféu que foi conquistado no ano passado pelo time do Principado, seu maior adversário nos últimos anos nos gramados franceses.

O duelo entre as duas melhores equipes promete ser intenso, com cada equipe perseguindo seus objetivos.

 O Mônaco quer pelo menos adiar a celebração do rival, e de acordo com o treinador Lauro jardim, não veio a Paris para participar de uma festa na casa do rival.

Mais do que se vingar da última derrota na final da Copa da Liga francesa, o Mônaco pretende confirmar seu lugar de segundo no pódio. Com 14 pontos atrás do líder e faltando apenas seis rodadas para o final do campeonato, os jogadores do Principado são conscientes que as chances de manter o troféu da competição são mínimas e se renderam às evidências.

“É quase impossível, temos que ganhar todas as partidas. O primeiro lugar está muito difícil, tempos que pensar em ficar no nosso lugar, que é o segundo”, resume o zagueiro Jemerson.

Ficar em segundo lugar e garantir a vaga na Liga dos Campeões é um objetivo realista para o Mônaco.

Já para os parisienses, a partida deste domingo vai confirmar o domínio do clube e conquistar o quinto título em seis anos, em casa, será muito importante, de acordo com o treinador Unai Emery. “O campeonato é o que melhor mostra a regularidade da temporada. A oportunidade de ser campeão em casa, deixar uma imagem para os torcedores é muito importante. Por isso, queremos ganhar”, disse.

“Queremos fazer um jogo completo, jogar os 90 minutos com um espírito competitivo e com toda a intensidade que nós queremos para ganhar esse jogo, e também pela dificuldade de jogar contra o Mônaco. Eles estão invictos há 15 jogos, a equipe está bem, vive um grande momento e demonstrou que mantém a regularidade e o mesmo nível de jogo durante a temporada. Sobretudo nos últimos meses, cada vez mais forte. Por isso são as duas melhores equipes do campeonato que vão se enfrentar nesse domingo e com a possibilidade de ganhar esse título. Nós temos seis troféus e acho que, para o presente e para o futuro do clube, queremos ganhar cada vez mais e ser a equipe com o maior número de títulos. Será um título importante para todos e para continuar o progresso do PSG”.

Unai, que vai deixar o Paris Saint-Germain ao final desta temporada, não esconde sua satisfação em deixar o clube por cima, devolvendo à capital francesa o título que perdeu no ano passado. Na sua chegada a Paris, o treinador espanhol ficou com o vice-campeonato, o que foi uma imensa decepção. Mas ele nega que seja uma revanche ou que tenha um significado particular para ele.

“Estamos aqui para ganhar todos os títulos que disputamos. Os jogadores também pensam assim. Estamos em um clube que quer melhorar sempre, progredir, tem a ambição de estar entre os melhores da França e do mundo. E todos os títulos são bem-vindos quando temos a oportunidade de ganhar”.

Neymar "em breve"

Na entrevista coletiva antes da partida contra o Mônaco, Unai Emery também revelou que o clube espera em breve a volta de sua grande estrela.

Neymar deve ver de longe, do Brasil, seus companheiros erguerem um novo troféu, quem sabe ainda neste domingo. Mas a esperança é que o atacante, vice-artilheiro do campeonato com 19 gols e o número 1 em assistências, com 13 passes decisivos em 20 jogos, possa voltar logo aos gramados franceses.

“Neymar está próximo de voltar. Todos os testes médicos mostraram que ele está bem. Quando ele chegar aqui, certamente terá muita vontade de jogar, e talvez, tenha tempo de jogar algumas partidas antes do final da temporada. Esperamos ver Neymar na equipe nos últimos jogos”, declarou Emery.

Depois do jogo do contra o Mônaco, o PSG ainda terá mais cinco jogos até o final do campeonato francês.  

França quer criar paixão olímpica com selo inédito “Terra dos Jogos 2024”

Andrei Girotto, ex-Palmeiras, elogia técnico "linha dura" mas sente falta da descontração brasileira

Brasil perde invencibilidade no futebol de areia e fica em terceiro na Copa Intercontinental de Dubai

Maior jóquei brasileiro é homenageado no Hipódromo de Chantilly na França

"Isto não me afeta", diz jogador brasileiro vítima de racismo na Europa

"CBF é uma das confederações mais atuantes contra o racismo", diz autor de livro

Lutadora brasileira de 17 anos faz história no Mundial juvenil na Hungria

“Gostaria que não fosse necessário um time gay”: jogadores se unem contra o preconceito

Morte de jovem jogador de rúgbi reacende o debate sobre comoções cerebrais na França

Vitória na Copa deve aumentar número de inscritos em clubes amadores de futebol na França

Rússia é eliminada, mas turistas elegem donos da casa como “campeão da Copa”

Foco, confiança e boa noite de sono deram a Simona Halep o sonhado troféu de Roland Garros