rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Esportes
rss itunes

"Temos qualidade para chegar à final da Liga Europa", diz brasileiro do RB Salzburg

Por Elcio Ramalho

A vitória de 2 a 0 do Olympique de Marselha sobre o Red Bull Salzburg da Áustria na quinta-feira (26) deixou o time do sul da França muito mais perto de disputar a final da Liga Europa.

Com colaboração de Marco Martins, de Marselha

Diante do estádio Velodrome em plena ebulição, com mais de 62 mil torcedores vibrando nas arquibancadas, os jogadores superaram a equipe austríaca no primeiro jogo da semifinal com muita garra e também oportunismo de seus atacantes. Thauvin abriu o placar no primeiro tempo e Njie aumentou a vantagem na etapa final, completando bela jogada de Payet, um dos destaques da partida.

Os dois times haviam se enfrentado na fase de grupos, e o Salzburg levou a melhor com uma vitória em casa e um empate em Marselha. Mas durante a competição, o time francês embalou e vem liquidando os adversários.

O time austríaco, que vem de uma boa campanha, sentiu a pressão. O zagueiro brasileiro do Salzburg, André Ramalho, lamentou o desempenho da equipe durante o jogo: “Faltou criar um pouco mais no primeiro tempo. No segundo tempo, tivemos um pênalti que não foi marcado e uma bola na trave. Fizemos um segundo tempo melhor, mas faltou o gol”.

Olympique de Marselha e o Red Bull Salzburg voltam a se encontrar na segunda e decisiva partida da semifinal na próxima quinta-feira, na Áustria. Com a vantagem de dois gols, o OM tem mais margem para voltar a disputar uma final de uma competição europeia, o que não acontece desde 1999, quando perdeu a Copa da Uefa para o Parma por 3 a 0.

Apesar da empolgação do time francês, o zagueiro do RB Salzburg, André Ramalho, acredita numa virada e fala em jogo de “vida ou morte” para ir à final do dia 16 de maio no estádio de Lyon, com o vencedor do duelo entre Atlético de Madrid e Arsenal.  

 “Queremos muito, vamos brigar por isso e temos qualidade. Já demonstramos no decorrer da competição. A cereja do bolo seria a final e vamos fazer de tudo para chegar”, afirma.

Adaptação ao futebol austríaco

Paulista de Ibiúna, André Ramalho  é pouco conhecido do público brasileiro. Ele saiu jovem do país, aos 18 anos, depois de ter passado por categorias de base do Palmeiras e São Paulo para tentar seu futuro nos gramados europeus. Ele desembarcou na Áustria se tornou profissional no RB Salzburg.

Depois de conquistar o título de  campeão da Áustria na temporada 2014/2015, André se transferiu para o futebol alemão. Primeiro para Bayern Leverkusen e na sequência para o Mainz 05, mas a experiência não prosperou. De volta ao Salzburg, o brasileiro se diz adaptado ao futebol austríaco e ao clube que o devolveu a vaga de titular.

“Já conhecia o sistema de jogo, a cidade, as pessoas. Não foi difícil entrar bem rápido no time. Estou feliz com meu retorno e tenho orgulho de jogar com essa equipe”, declarou.

Apesar da pouca visibilidade do futebol austríaco, o zagueiro de 26 anos pretende conquistar títulos e entrar no radar dos treinadores que definem o seleto grupo de jogadores que vestem a famosa e cobiçada camiseta da seleção brasileira.

“Nunca vou deixar de sonhar com isso, com uma oportunidade. Estou tentando fazer o meu melhor, me mostrar e aparecer. Mas isso, obviamente será consequência de meu trabalho aqui no Salzburg. Se um dia o treinador, hoje o Tite, tiver olhos para mim, eu darei o máximo para minha seleção que tanto amo”, concluiu.

 

 

Didier Deschamps confia nos jovens da seleção francesa para surpreender na Copa

"Adoraria ser treinador do Neymar", diz Thiago Motta após despedida como jogador

"Correr é o melhor antidepressivo que existe", diz corredor brasileiro da Maratona de Paris

Thiago Silva dedica título do PSG da Copa da Liga ao treinador Unai Emery

Brasileiro Cirilo Cardoso conta como é jogar em um time do Partido Comunista da Rússia

Fracasso no Grand Slam de Paris não compromete metas do judô brasileiro

Brasil diminui participação de atletas mas espera bons resultados em Olimpíadas de Peyongchang

Bobsled do Brasil quer ficar no Top 10 nas Olimpíadas de Inverno de PyeongChang

“Arsenal e Real Madrid são clubes que todos sonham em jogar”, diz Malcom sobre possível transferência

Competição de esqui para brasileiros nos Alpes Franceses chega à 5ª edição

Observatório do futebol: jogador mais caro do mundo, Neymar vale € 213 milhões

Nantes pode ficar entre os cinco do campeonato francês, acreditam brasileiros do time