rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Copa do mundo Brasil Neymar Thiago Silva Sérvia

Publicado em • Modificado em

Brasil vence a Sérvia e pega México nas oitavas-de-final da Copa

media
Neymar celebra no colo de Paulinho o gol do meio-campista, que abriu o placar contra a Sérvia, em 27 de junho de 2018. REUTERS/Axel Schmidt

Com direito a olés da torcida durante a partida, o Brasil venceu com tranquilidade a Sérvia por 2 a 0 nesta quarta-feira (27) no estádio Spartak, em Moscou, e terminou em primeiro do Grupo. E. Na próxima fase a seleção enfrenta o México.


O Brasil tomou um susto logo no início da partida com a saída de Marcelo, que sentiu dores e não pode continuar em campo. O lateral esquerdo, considerado um dos líderes da equipe, é mais uma preocupação para a comissão técnica, pois sofreu um espasmo na coluna, segundo informou a CBF. Aos seis minutos, ele foi substituído por Filipe Luís.

Na primeira etapa, a seleção controlou as jogadas, mas tinha dificuldades de criação. Os sérvios, como previsto, apostavam em bolas aéreas, e não tiveram sucesso.

Com a forte marcação dos adversários, sobretudo nas investidas pela esquerda, com Neymar, o Brasil buscou alternativas e num belo lançamento de Coutinho em profundidade, Paulinho avançou sozinho na área e com a ponta dos pés, desviou a bola do goleiro sérvio e abriu o placar aos 36 minutos. O meio campista foi eleito o melhor jogador em campo.

O gol deu mais serenidade à equipe, que voltou ao segundo tempo tocando bem a bola. Precisando vencer a partida para poder avançar, os sérvios criaram muitas oportunidades e cresceram em campo, mas parou em defesas de Alisson e na atuação firme da zaga, que venceu a maioria dos duelos com os atacantes sérvios.    

No momento em que a Sérvia estava melhor em campo, a seleção chegou ao segundo gol, com um escanteio cobrado por Neymar aos 23 minutos. O zagueiro Thiago Silva se antecipou da marcação e tocou de cabeça para o fundo das redes, em jogada ensaiada pelos jogadores. O resultado deu ainda mais tranquilidade à equipe, que ainda teve muitas chances desperdiçadas principalmente por Neymar. O camisa 10 foi muito acionado e demonstrou estar em plena evolução física e técnica.     

Com o placar confortável, os torcedores gritaram “olé” em diversos momentos com a troca de passes entre os jogadores. Além da vitória, a seleção deixou o gramado sem nenhum cartão amarelo, evitando ausências para a próxima partida.

Boa campanha

Com cinco gols marcados e apenas um sofrido em três jogos, o Brasil terminou a primeira fase em primeiro com 7 pontos, dois à frente da Suíça, que empatou em 2 a 2 com a Costa Rica.  

Nas oitavas de final a seleção brasileira enfrentará o México, segundo do grupo F. A partida será na próxima segunda-feira (2). Apesar da goleada de 3 a 0 sofrida para os suecos, os mexicanos ficaram com a vaga devido à derrota surpreendente de 2 a 0 da Alemanha para a Coreia do Sul.

Os alemães, atuais campeões do mundo e que desembarcaram na Rússia como uma das fortes candidatas ao título, foram eliminados e terminaram em último do grupo. A Suécia, primeira da chave, pegará a Suíça na próxima fase.