rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

França Copa de 2018 Argentina Lionel Messi Antoine Griezmann

Publicado em • Modificado em

Imprensa francesa elogia "vontade de vencer" da Argentina e questiona se França vai passar das oitavas

media
Messi voltou a brilhar no jogo contra a Nigéria. REUTERS/Sergio Perez

A definição da Argentina como adversária da França nas oitavas de final da Copa da Rússia é uma das principais manchetes da imprensa francesa nesta quarta-feira (27).


Finalista da Copa de 2014 e das duas últimas edições da Copa América, a Argentina ainda está viva, destaca o diário esportivo L'Equipe, comparando a um "milagre" a classificação da seleção do técnico Jorge Sampaoli às oitavas de final, depois dos humilhantes resultados diante da Islândia (1-1) e da Croácia (3-0). L'Equipe ressalta que os "hermanos" não controlaram a partida contra a Nigéria (2-1), mas entraram em campo com muita "coragem e vontade de vencer".

"A primeira meia-hora foi muito interessante, mesmo por parte da defesa, o ponto fraco da seleção argentina", observa o diário esportivo. Messi foi pressionado, mas "abriu o placar numa sequência suntuosa", elogia L'Equipe. A seleção francesa terá de "se sublimar" para vencer a equipe sul-americana na próxima fase, conclui o jornal.

Le Parisien diz que desta vez a torcida francesa vai de fato "se arrepiar". "Para chegar à final, a França terá de superar a equipe que tem o melhor jogador do mundo, Lionel Messi", avalia o maior jornal esportivo francês. Ouvido pela reportagem, o ex-jogador argentino Carlos Bianchi afirma que o vencedor da partida poderá ser o campeão mundial de 2018. Bianchi recorda que outras seleções que enfrentaram dificuldades na primeira fase depois cresceram e chegaram ao título.

Le Figaro lembra que o jogo programado no sábado (30) será o primeiro encontro entre as duas seleções desde 1978 num Mundial, quando os franceses foram derrotados em Buenos Aires por 2 a 1. "Será um jogo de dar água na boca em torcedores de futebol no mundo todo", acredita o diário conservador.

Faltam alguns acertos, diz Griezmann

O atacante Antoine Griezmann tenta passar uma imagem de confiança aos franceses, reconhecendo que a seleção de Didier Deschamps "ainda tem alguns acertos a fazer", mas poderá superar os argentinos e ir adiante no Mundial.

Depois da partida "insípida" protagonizada pelos franceses e dinamarqueses (0-0), Le Monde adverte que é uma outra Copa do Mundo que começa a partir de sábado. Se vencer a Argentina, a França poderá pegar nas quartas de final o vencedor do jogo entre Uruguai e Portugal, equipes que contam com atacantes decisivos – Luis Suarez e Cristiano Ronaldo.

Le Monde questiona se os tricolores estão suficientemente armados para fazer melhor do que no Brasil, em 2014, quando foram eliminados pelos alemães nas quartas de final. Em todo caso, a França foi tão hesitante até agora que não acabou com as incertezas dos jornalistas e da torcida, declara Le Monde.