rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Imprensa Neymar PSG Futebol

Publicado em • Modificado em

Leonardo diz que transferência de Neymar depende de oferta financeira concreta

media
O brasileiro Leonardo, diretor técnico do Paris Saint-Germain. Flickr

A mídia francesa questiona até quando vai durar a relação caótica entre o PSG e Neymar. Em sua primeira entrevista à imprensa, desde que voltou ao PSG como diretor esportivo, Leonardo afirma nesta terça-feira (9) ao Le Parisien que o clube está disposto a liberar Neymar. O problema, segundo ele, é que o Barcelona ou outro clube eventualmente interessado não fizeram nenhuma oferta concreta até o momento e a saída do atacante depende de um acerto financeiro complexo, já que Neymar ainda tem três anos de contrato com o PSG.


"Está claro para todo mundo que Neymar quer ir embora", afirma Leonardo. Ele admite ter havido contatos com o presidente do Barça, Josep Maria Bartomeu, mas qualifica as conversas de superficiais. De acordo com o brasileiro, o clube catalão teria dito que gostaria de comprar o passe de Neymar, mas que era o PSG não estava disposto a vender o atacante.

Leonardo explica que tudo é uma questão financeira, e que "uma negociação como essa não se resolve em um dia". Leonardo insiste que a direção do PSG desconhece os interessados por Neymar, nem quanto estariam dispostos a pagar.

Quando o jornal insiste em questionar se o PSG seguraria Neymar, Leonardo diz que o clube não precisa de jogadores que fiquem de favor e que a transferência do atacante depende exclusivamente de uma oferta que atenda aos interesses de todas as partes.  

Família de Neymar rebate acusação de indisciplina

Sobre a ausência de Neymar na apresentação para a pré-temporada, que deveria ter ocorrido ontem, 8 de julho, Leonardo diz que o clube estuda as medidas que irá tomar contra o jogador por ele ter faltado ao compromisso.

Na mesma página, o jornal publica uma reação da família de Neymar. Segundo a assessoria do jogador, houve um acerto negociado com o PSG para que Neymar voltasse das férias três semanas depois do final da Copa América. A proposta teria sido fixada bem antes da contusão do jogador, em 6 de junho. A família do craque afirma que ele ficou no Brasil para participar de um evento com crianças organizado pelo Instituto Neymar Jr., conforme estava previsto com o PSG, e que estará em Paris para os treinos a partir de 15 de julho.

Para a próxima temporada, o PSG busca contratar um volante e um zagueiro central. Para o ataque, Leonardo considera que o time tem várias soluções, com Neymar ou sem Neymar.