rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Neymar Futebol Esporte Imprensa

Publicado em • Modificado em

Equipe médica do PSG teme que fragilidade do pé de Neymar possa arruinar sua carreira

media
O atacante brasileiro Neymar treina sozinho no PSG. REUTERS/Philippe Wojazer

Neymar continua no foco da imprensa francesa e ganha chamada de capa no jornal Le Parisien desta quinta-feira (15). "Neymar também quer ir embora por motivos de saúde", afirma o diário, que dedica duas páginas à lesão no pé direito do jogador.


"Atenção: Neymar frágil", afirma a manchete, que lembra as lesões que o craque sofreu em fevereiro de 2018, janeiro de 2019 e, mais recentemente, em 5 de junho no amistoso entre o Brasil e o Catar - o que impediu Neymar de disputar a Copa América.

Além da novela sobre a eventual saída do atacante do PSG, a fragilidade do pé direito de Neymar assombra o início desta temporada. "Para os médicos do clube, o pé do brasileiro é muito fino e o risco de uma nova lesão no quinto metatarso é real", destaca Le Parisien. O diário afirma que o PSG teme que isso suscite uma nova ausência de vários meses de Neymar dos campos.

Muito mais grave, os médicos franceses temem até mesmo pelo futuro da carreira do craque. Pairam dúvidas também sobre a primeira operação à qual Neymar foi submetido, no Brasil, no início de 2018, e o PSG especula se sua volta aos gramados para a Copa da Rússia, em junho de 2018, teria sido precipitada.

Para piorar ainda mais a situação, Le Parisien ressalta que o Campeonato Francês é uma competição muito mais física do que as outras e que, na falta de qualidade técnica, os jogadores apostam na força durante as partidas. "Mesmo que não haja uma indicação direta dos treinadores, o reflexo dos atletas durante os jogos é procurar o pé de Neymar para deixá-lo temeroso e diminuir sua capacidade de atuação", publica.

Novela sobre saída de Neymar continua

Enquanto isso, o mistério sobre a saída do brasileiro do PSG não evoluiu. Segundo Le Parisien, Neymar continua com a ideia de voltar para o Barcelona, com quem o clube parisiense segue negociando, garante o jornal.

De acordo com informações da mídia espanhola, o presidente do Barça, Josep Maria Bartomeu, não estará presente na cúpula dos clubes europeus na sexta-feira (16), em Liverpool, e não vai se encontrar com o chefe do PSG, Nasser Al-Khelaifi, diminuindo as chances de evolução das negociações sobre Neymar.

Já o craque brasileiro, depois de uma breve pausa de um dia e meio em Portugal, continua treinando sozinho, em companhia de uma equipe técnica especial e longe de seus colegas de clube. Mas, como aconteceu na abertura do Campeonato Francês, no domingo passado, contra o Nîmes, o atacante brasileiro não deve entrar em campo para a partida contra o Rennes, no dia 18 de agosto.