rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Física Nobel Prêmio Suécia

Publicado em • Modificado em

Francês e americano recebem Nobel de Física

media
O francês Serge Haroche (esquerda) e o americano David Wineland ganharam nesta terça-feira o prêmio Nobel de Física. REUTERS/Scanpix

O prêmio Nobel de Física 2012 foi concedido nesta terça-feira ao francês Serge Haroche e ao americano David J. Wineland por trabalhos na área de física quântica. O júri do Comitê Nobel recompensou os dois pesquisadores pelas "inovações metodológicas experimentais que eles introduziram, propiciando a medida e a manipulação de sistemas quânticos individuais", afirma o comunicado da Academia Real de Ciências da Suécia, responsável pela escolha.


Tanto o francês quanto o americano estudaram as interações entre luz e matéria e trabalham no campo da ótica quântica. Segundo o texto do Comitê Nobel, "os laureados abriram o caminho para novas experiências em física quântica demonstrando a observação direta de partículas quânticas individuais sem destruí-las". Um dos resultados práticos dessas pesquisas foi o desenvolvimento de relógios mais precisos.

Haroche e Wineland têm a mesma idade, 68 anos, não trabalharam juntos, mas utilizaram metodologias semelhantes em suas pesquisas. Haroche é pesquisador da Escola Normal Superior (ENS), na França, e assina vários de seus trabalhos com o colega de laboratório Jean-Michel Raimond. Wineland é doutor na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

Ao tomar conhecimento da premiação, o francês disse que "mal podia acreditar". Haroche contou que recebeu o telefonema da academia sueca esta manhã, quando caminhava na rua, logo depois de passar no banco. Ele agradeceu a seus colegas, afirmando que sem eles "nunca teria obtido esse prêmio".

Este ano, a Fundação Nobel reduziu em 20% o valor dos prêmios. Os dois pesquisadores vão dividir a quantia de R$ 2,448 milhões.