rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Alemanha Greve Movimentos sociais Sindicato

Publicado em • Modificado em

Pilotos da Lufthansa fazem nova greve nesta quinta-feira

media
Greve dos pilotos da companhia aérea alemã Lufthansa que cancelou cerca de 1.350. REUTERS/Michael Dalder

Os pilotos da companhia alemã Lufthansa anunciaram nesta terça-feira (2) uma nova paralisação para esta quinta-feira, que afetará voos para o exterior e comerciais. A greve deverá terminar à meia-noite, de acordo com o sindicato que representa a categoria.


Segundo o comunicado do sindicato Vereinigung Cockpit, que representa 5.400 pilotos da companhia, os voos de curta e média distância não serão afetados. Os sindicato lutam para manter o dispositivo que permitirá aos pilotos de se aposentarem aos 55 anos com 60% do salário, recebendo o valor completo apenas aos 65 anos.

A direção da Lufthansa, entretanto, não parece disposta a ceder e alega que precisa reduzir os custos para enfrentar a concorrência de companhias low-cost, como Ryanair e EasyJet. Desde o início do ano, os pilotos da Lufthansa já fizeram nove paralisações. A última acabou nesta terça-feira e provocou o cancelamento da metade dos voos de longas distâncias, afetando cerca de 150 mil passageiros.

Lufthansa pede a ex-pilotos para assegurarem voos

Os cancelamentos atingiram principalmente os voos previstos para decolar e aterrissar em Frankfurt e inúmeros aeroportos internacionais, como Londres, Seul, Dubai, Tel Aviv e Buenos Aires. Para diminuir os atrasos e “remediar” os cancelamentos, a Lufthansa pediu aos pilotos que hoje trabalham em outros departamentos da empresa que afetuassem os voos. Os passageiros foram avisados.