rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Vaticano Vazamento Prisão Documento

Publicado em • Modificado em

Vaticano ordena detenção de prelado espanhol por vazamento de documentos

media
AFP

O Vaticano anunciou nesta segunda-feira (2) a detenção do prelado espanhol Lucio Ángel Vallejo Balda, secretário da Prefeitura para os Assuntos Econômicos, por "roubo e divulgação de notícias e documentos confidenciais", informou um comunicado da Santa Sé.


Além de Vallejo Balda, membro da Opus Dei, foi detida consultora para a reforma econômica e organizacional da Santa Sé Francesca Chaouqui, pouco depois libertada, no âmbito de uma investigação da Polícia do Vaticano.

De acordo com a imprensa italiana, um roubo de dados teria ocorrido no computador do controlador-geral das finanças do Vaticano, o italiano Libero Milone, em seu escritório localizado perto da praça São Pedro.

Libero Milone, nomeado pelo papa Francisco em 5 de junho para a reforma das finanças, é responsável pela auditoria das contas de todas as administrações do Vaticano.

Livros trazem revelações

Dois livros que devem ser publicados em breve, prometendo revelações sobre os assuntos financeiros da Santa Sé, são assinados pelos jornalistas Emiliano Fittipaldi do L'Espresso e Gianluigi Nuzzi, do Mediaset.

Essa divulgação de dados ecoa o caso de vazamento de documentos confidenciais apelidado de "Vatileaks", que marcou o fim do pontificado de Bento XVI em 2012.

Esses vazamentos tinham sido recolhidos e publicados pelo jornalista Gianluigi Nuzzi. Na sua declaração, o Vaticano refere-se ao caso "Vatileaks", falando de uma "traição grave de confiança", e não exclui uma ação judicial no tribunal do Vaticano.