rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Rio de Janeiro Greve Lufthansa Brasil Salário Aposentadoria

Publicado em • Modificado em

Nova greve de tripulantes da Lufthansa cancela voo para o Rio de Janeiro

media
Greve dos tripulantes da Lufthansa pode durar uma semana. REUTERS/Kai Pfaffenbach

A Lufthansa anulou nesta sexta-feira (6) 290 voos, incluindo 23 intercontinentais, em função de uma greve das equipes de tripulantes nos aeroportos de Frankfurt e Dusseldorf. Dois voos previstos nesta sexta-feira (6) entre Frankfurt e São Paulo estão mantidos (LH 7358 e LH 506), mas o voo LH 500, que tinha saída prevista às 22h15 com destino ao Rio de Janeiro, foi cancelado.


Os cancelamentos, que afetam 37.500 passageiros, dizem respeito apenas aos aparelhos da Lufthansa. As filiais Swiss, Austrian, Germanwings, Air Dolomiti, Brussels Airlines e Eurowings não são afetadas pela paralisação.

O movimento de greve nos dois aeroportos - o maior e o terceiro maior da Alemanha - está programado para durar das 14h às 23h locais (11h a 19h, no horário de Brasília), mas deve se estender durante sete dias para outros terminais. O aeroporto de Munique não será afetado pela greve.

O sindicato alemão das equipes de tripulação UFO, em conflito com a direção da Lufthansa, anunciou na segunda-feira (2) uma greve de 6 a 13 de novembro caso não se chegasse a um acordo antes de quinta-feira.

A Lufthansa enfrenta há vários anos uma série de conflitos sociais. Os litígios envolvem questões salariais, proteção contra demissões e condições de aposentadoria. Como outras grandes empresas do setor, a Lufthansa tenta adaptar seus custos à concorrência das companhias de baixo custo, adotando novas medidas nem sempre vantajosas para os funcionários.

Entre abril de 2014 e setembro de 2015, cerca de 5.400 pilotos pararam suas atividades em 13 ocasiões. Desta vez, o movimento é liderado pelos tripulantes.