rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Suíça Atentados de Paris Terrorismo Genebra

Publicado em • Modificado em

Polícia suíça busca em Genebra suspeitos dos atentados de Paris

media
Forças de ordem reforçam a segurança em frente à sede da ONU em Genebra, na Suíça, 10 de dezembro de 2015. REUTERS/Pierre Albouy

A polícia suíça anunciou nesta quinta-feira (10) por meio de um comunicado que está buscado "ativamente" em Genebra suspeitos de envolvimento com os atentados de 13 de novembro em Paris. Forças de ordem reforçam a segurança e patrulham as ruas da cidade onde foi decretado estado de alerta máximo.


"No quadro das investigações dos atentados de Paris, tanto no plano internacional quanto nacional, a polícia procura ativamente por pessoas suspeitas. Com base nessa operação, as autoridades federais aumentaram o nível de vigilância e reforçaram o engajamento de agentes pela cidade", explicou o departamento de segurança de Genebra.

Segundo o comunicado, a polícia recebeu informações na quarta-feira (9) de que suspeitos de terem participado dos ataques de Paris poderiam estar em Genebra e em seus arredores. "Investigações estão sendo realizadas com colaboração dos serviços nacionais e internacionais para poder localizar e abordar esses indivíduos", reitera o documento.

Quatro suspeitos estariam em Genebra

De acordo com a Reuters, quatro suspeitos de ligação com os ataques de Paris estão sendo procurados em Genebra. Reforços policiais foram enviados aos arredores do prédio da ONU e forças de segurança trabalham em toda a cidade. Além das Nações Unidas, a cidade é sede de cerca de 30 organizações internacionais.

As autoridades suíças e francesas dizem trabalhar juntas desde os atentados de 13 novembro, que completam quatro semanas nesta sexta-feira (11). No entanto, muitos pontos da fronteira entre os dois países não estão sendo controlados, devido ao grande número de pessoas que fazem diariamente o trajeto entre França e Suíça.