rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Partido Socialista Espanha Eleições legislativas Podemos

Publicado em • Modificado em

Boca de urna: PP de Rajoy vence eleições e Podemos é segundo em votos

media
O partido conservador PP, do primeiro-ministro Mariano Rajoy, aparece como vencedor nas pesquisas de boca de urna. REUTERS/Juan Medina

Pesquisa de boca de urna divulgada após o final da votação indica a vitória do Partido Popular, do primeiro-ministro Mariano Rajoy, nas eleições legislativas disputadas neste domingo (20). Os conservadores se mantêm como a principal força política do país, mas perde maioria absoluta.


Os resultados, mesmo provisórios, confirmam a entrada no parlamento de dois novos partidos: Cidadãos, de centro direita, e Podemos, de extrema esquerda, que se torna a segunda maior força do país em número de votos, superando os socialistas do PSOE.

A pesquisa divulgada pela rede de Rádio e Televisão Espanhola RTVE, mostra que o PP, com 26,8% dos votos, teria conquistado entre 114 e 118 cadeiras de um total de 350 da Câmara dos Deputados. Os dados confirmam que o partido não atingiu a maioria absoluta para governar e não chegaria aos 176 votos necessários mesmo com um eventual apoio do Cidadãos, que com 15,6% dos votos, teria conquistado entre 47 e 50 das cadeiras.

A pesquisa revela ainda que o partido de extrema-esquerda, Podemos, criado a menos de dois anos, se tornou a segunda maior força política do país ao superar os socialistas em número de votos, com 21,7% do total. No entanto, o PSOE, com 20,5%,  teria mais cadeiras, entre 81 a 85 deputados, contra 76 ou 80 do Podemos, que é aclamado como um dos grandes vencedores do escrutínio.

A primeira leitura feita por analistas políticos é de que sem maioria clara no parlamento, a definição do futuro chefe de governo ainda é incerta. No entanto, uma possível aliança entre os socialistas e o Podemos é considerada difícil.

José Manuel Villega, vice-secretário geral do Cidadãos, declarou que se confirmados os resultados de boca de urna, as eleições legislativas se tornaram « um marco na história da política espanhola ». A votação, segundo Villega, expressou a vontade de milhões de eleitores espanhóis de romper com os « velhos » partidos do país, em referência ao PP e ao PSOE.

As primeiras estimativas oficiais das eleições serão divulgadas pelas autoridades espanholas à partir das 22h30 pelo horário de Madri, 19h30 em Brasília.