rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Linha Direta
rss itunes

Mais de 2 mil objetos pessoais de Pelé são leiloados em Londres

Mais de 2 mil objetos pertencentes ao “rei do futebol”, o ex-jogador Pelé, começam a ser leiloados nesta terça-feira (7) em Londres. A coleção, acumulada ao longo de 60 anos de carreira, pode ser arrematada por, no mínimo, US$ 3 milhões, o equivalente a mais de R$ 10 milhões.

 Maria Luisa Cavalcanti, correspondente da RFI em Londres

A notícia de que Pelé iria leiloar os objetos de sua coleção particular foi bastante divulgada em Londres na semana passada, quando a casa de leilões Juliens Auctions e o próprio ex-jogador anunciaram a realização da venda. Aos 75 anos, Pelé é aclamado como o maior jogador de futebol de todos os tempos, com fãs no mundo inteiro e é natural que o leilão atraia muitos investidores, colecionadores e curiosos.

Os objetos ficaram expostos por uma semana na sede da Juliens em Londres e começam a ser leiloados na manhã desta terça-feira. Os especialistas acreditam que com a morte, na última sexta-feira (3) do boxeador Muhammad Ali, que como Pelé também era uma lenda do esporte, o leilão deva atrair ainda mais interessados do que se previa.

Objetos leiloados

Há de tudo entre os objetos leiloados. São mais de 2 mil itens, que vão desde documentos, como passaportes, a objetos de uso pessoal, como camisetas e chuteiras. Também fazem parte da lista inúmeros presentes que Pelé recebeu em suas viagens internacionais, onde muitas vezes era recebido com honras.

Mas os itens mais valiosos são aqueles que estão relacionados aos principais marcos da carreira do jogador. Uma réplica exclusiva da Taça Jules Rimet, por exemplo, pode ser arrematada por um valor entre US$ 400 mil e 600 mil, ou seja de R$ 1,4 milhão a mais de R$ 2 milhões. As medalhas que ele ganhou ao ser campeão nas Copas da Suécia, do Chile e do México podem chegar a US$ 200 mil, ou mais de R$ 700 mil, cada uma.

Outro objeto que deve atrair muito interesse é a bola com a qual Pelé marcou seu milésimo gol e que os leiloeiros estimam que seja vendida por até US$ 60 mil dólares, ou mais de R$ 210 mil.

Motivos do leilão

Pelé participou de uma entrevista coletiva na semana passada na Juliens e explicou que foi uma decisão muito difícil se desfazer da sua coleção particular. Ele disse que sentiu que vai contribuir mais ao compartilhar esses objetos do que mantendo-os guardados.

O ex-jogador afirmou que, antes do leilão, doou muitos itens para o Santos, o clube que o consagrou, e deve usar parte da renda da venda em Londres para financiar um hospital pediátrico em Curitiba.

Mas a imprensa britânica especula que o rei do futebol poderia estar precisando de dinheiro para custear os últimos tratamentos de saúde ao qual ele foi submetido no último ano, para cirurgias na coluna e na próstata.

Casa de leilões especializada em objetos pessoais

A casa de leilões Juliens tem sede em Los Angeles e é umas das mais famosas quando se trata de objetos pertencentes a celebridades. A filial em Londres foi escolhida por centralizar os fãs do futebol em todo o mundo.

Pelé é um grande ídolo nos Estados Unidos, por causa da temporada em que ele jogou no Cosmos, de Nova York. Mas também é muito cultuado na Ásia, e o fuso horário é mais vantajoso para esses compradores em Londres do que em Los Angeles. A maioria dos participantes deve fazer seus lances à distância, ao vivo, pela internet.

 

Bolívia tenta sair do vácuo de poder e evitar cenário de guerra civil

Sob embalo de vitória de Lula, esquerda latino-americana se reúne em Buenos Aires

Deputados árabes de Israel fazem greve de fome contra violência e inação da polícia

Congresso americano começa a votar trâmite de impeachment do presidente Donald Trump

Ventos semelhantes a furacão colocam Califórnia em alerta máximo contra incêndios

Número de refugiados e migrantes venezuelanos no mundo vai superar em breve o de sírios

Uma pedra no sapato de Bolsonaro: o peronismo volta ao poder na Argentina

Argentina: peronista Alberto Fernández pode vencer eleições presidenciais no 1° turno

Espanha exuma restos mortais de Franco, enterrado ao lado de vítimas da guerra civil

Realizando protestos diários, Catalunha monopoliza debate político antes de eleições legislativas

Evo Morales enfrentará inédito segundo turno na Bolívia e perde controle no Congresso

Elizabeth Warren desponta como a pré-candidata preferida dos democratas

Turquia ignora sanções dos EUA e promete intensificar ataques no norte da Síria

Partido ultraconservador vence eleição na Polônia e prosseguirá reformas controvertidas