rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Mariano Rajoy Deputados Votação

Publicado em • Modificado em

Deputados espanhóis votam amanhã se Rajoy continuará como premiê

media
O primeiro-ministro Mariano Rajoy REUTERS/Javier Barbancho

Defendendo a urgência de formar um governo e evitar novas eleições, o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, pediu nesta terça-feira (30) a confiança dos deputados para continuar liderando o executivo. Ele, porém, não deve receber os votos necessários.


Na quarta-feira (31), o premiê se submeterá à votação propriamente dita, antes do debate com as demais forças políticas. Se confirmada sua derrota, persistindo o bloqueio político, os espanhóis terão de voltar às urnas em 25 de dezembro.

No domingo (28), os conservadores asseguraram o apoio dos liberais do partido Ciudadanos, mas sem alcançar a maioria necessária para que Rajoy forme um novo governo e tire o país da paralisia política. O acordo dá a Rajoy 32 votos a mais.

O bloqueio político já dura mais de oito meses na Espanha, após duas eleições legislativas, em dezembro de 2015 e em junho passado.

No poder desde 2011

Rajoy, no poder desde 2011, disse que irá ao debate de candidatura com o apoio de 170 deputados (137 do PP, 32 dos Ciudadanos e 1 de um pequeno partido canário), seis a menos do que o necessário para obter o voto de confiança da Câmara Baixa (350 cadeiras) na primeira votação.

Um segundo turno ocorrerá na sexta-feira (2), quando precisará somar mais "sim" do que "não" para sua candidatura, mas fracassará se os socialistas do PSOE não se abstiverem . O partido socialista, com 85 deputados, tem se mantido firme no "não" a Rajoy.

A economia espanhola registrou no segundo trimestre um crescimento anual de 3,2%, um dos ritmos mais elevados da União Europeia, mas mantém um alto nível de desemprego, de 20%, o pior da região, ficando atrás apenas da Grécia.