rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Itália Avalanche Hotel Morte Terremoto Neve

Publicado em • Modificado em

Avalanche atinge hotel e deixa mortos no centro da Itália

media
Um carro de bombeiros é visto próximo de Amatrice, depois da série de tremores que atingiu ontem o centro da Itália. REUTERS/Emiliano Grillotti

Uma avalanche soterrou nesta madrugada o hotel quatro estrelas Rigopiano, na localidade de Farindola, na província de Pescara, região central da Itália. Segundo a imprensa italiana, o acidente pode ter deixado até 30 mortos, entre visitantes e funcionários do hotel. Dois sobreviventes saíram ilesos. Eles estavam no lado externo do prédio no momento do deslizamento.


O hotel atingido fica a uma centena de quilômetros de Amatrice, onde cerca de 300 pessoas morreram em um terremoto em agosto passado. Ontem, o centro do país foi sacudido por uma série de três réplicas, o que provavelmente ocasionou a avalanche. Um homem de 82 anos morreu no desabamento de uma propriedade rural. 

O inverno rigoroso este ano tem provocado nevascas nessa região montanhosa. Nas últimas semanas, caíram 5 metros de neve e em algumas localidades a camada acumulada é de 1 metro.

Bombeiros chegam de esqui

Equipes de resgate trabalham no local para remover os escombros, em busca de sobreviventes. A mídia italiana revela que o prédio deslizou dez metros com o impacto da avalanche. O edifício tem três andares, 43 quartos e fica a 1.200 metros de altitude.

Os bombeiros chegaram ao local de esqui ou de helicóptero. Os trabalhos de escavação começaram durante a madrugada, mas são dificultados pelas condições meteorológicas na região. Segundo o comandante das equipes de resgate, Antonio Crocetta, "há vários mortos".

O prefeito de Farindola, Ilario Lacchetta, disse em sua página no Facebook que "as dimensões da avalanche foram enormes". "Levou todo o hotel com ele", afirmou o prefeito.

Outras autoridades recomendam cautela e afirmam que ainda é cedo para estabelecer um balanço de vítimas.