rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Espanha Marrocos Polícia Fronteiras

Publicado em • Modificado em

Homem ataca policial na fronteira do Marrocos com a Espanha

media
Fronteira entre o Marrocos e a Espanha. À esquerda o golf de Melilla. Ao fundo, Farjana, Marrocos. Wikipédia

Aos gritos de "Alá é grande", um homem cruzou correndo a fronteira entre Marrocos e Melilla, cidade que faz fronteira com o país africano, e feriu um policial nesta terça-feira pela manhã (25).


Segundo uma porta-voz da delegação do governo em Melilla, o agressor tinha "uma faca de grande dimensão" e seria marroquino. O ataque aconteceu na fronteira de Beni-Ensar. "A polícia prendeu um homem que atacou os agentes com uma faca, um deles ficou ferido levemente", tuitou o ministro espanhol do Interior, Juan Ignacio Zoido.

Terceiro destino turístico mundial, a Espanha se mantém relativamente à margem da onda de atentados do grupo Estado Islâmico em grandes cidades europeias, como Paris, Bruxelas e Berlim.

Alerta terrorista

Em 11 de março de 2004, porém, sofreu os mais letais atentados extremistas cometidos na Europa, quando várias bombas explodiram em vários trens de Madri, deixando 191 mortos. Os ataques foram reivindicados em nome da Al-Qaeda por uma célula islamita radical.

Há dois anos, o país se encontra no nível quatro de alerta antiterrorista. A escala vai até cinco.Em 2016, 69 pessoas foram detidas no âmbito da luta contra o terrorismo islamita. Em 2017, já são mais de 35, segundo balanço do Ministério do Interior espanhol.

(Com informações da AFP)