rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Alemanha Nazismo

Publicado em • Modificado em

'Cidadão do Reich' é julgado na Alemanha por morte de policial

media
Wolfgang Plan, do movimento "cidadãos do Reich", em um documentário sobre o crime no Youtube (frame) Reprodução Youtube

Um alemão suspeito de pertencer aos "cidadãos do Reich" ("Reichsbürger"), um movimento que não reconhece a República alemã, compareceu nesta terça-feira (29) a um tribunal de Nuremberg (sul) por ter matado um policial na Baviera em outubro de 2016.


Por intermédio de seus advogados, Wolfgang Plan, de 49 anos, disse que não tinha a intenção de matar um dos agentes que quiseram apreender as várias armas, cerca de 30, que ele mantinha ilegalmente em sua casa. Também disse não pretender ferir outros três.

Acusado de "assassinato com circunstâncias agravantes, tentativas de assassinato e feridas corporais graves", Plan enfrenta uma condenação de prisão perpétua, o que significa, na prática, 15 anos de prisão antes de poder pedir a liberdade condicional.

Segundo suas próprias declarações, ele foi surpreendido pela chegada das forças de segurança e não sabia que se tratava de policiais quando atirou contra eles, causando a morte a um dos agentes e ferindo outros três.

Este tipo de comportamento pode estar vinculado, segundo a acusação, ao estilo dos "cidadãos do Reich", chamados "Reichsbürger", um movimento que agrupa todos os que rejeitam se submeter às leis alemãs. Muitos deles se negam a pagar impostos e multas e criam seus próprios documentos de identidade.

Sem organização clara, esse movimento inclui dezenas de pequenos grupos, assim como militantes isolados que costumam ter convicções políticas neonazistas.