rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Furacão Portugal Irlanda

Publicado em • Modificado em

Furacão Ophelia se aproxima da Europa e ganha força

media
A Agência americana de observação oceânica e atmosférica (NHC na sigla em inglês) acompanha a evolução do furacão Ophelia, que passa pelos Açores antes de seguir para a Irlanda. www.nhc.noaa.gov

O furacão Ophelia ganhou força neste sábado (14) ao se aproximar do continente europeu. A região dos Açores foi colocada em estado de alerta com a chegada dos ventos de mais de 100 km/h. O fenômeno deve seguir em direção da Irlanda.


Ophelia se intensificou nas últimas horas e subiu para a categoria 3, em uma escala que vai até 5. O olho do furacão deve passar a uma distância de apenas 150 km da ilha de Santa Maria, nos Açores.

A proteção civil desta região autônoma de Portugal colocou a ilha em “alerta vermelho” por medida de precaução. A população local deve evitar sair de casa e a circulação também foi limitada em várias estradas da vizinha São Miguel.

Os serviços meteorológicos preveem que o furacão vai avançar em seguida para a Irlanda, que deve ser atingida na segunda-feira (16). Cinco condados do país também foram colocados em “alerta vermelho” até a madrugada de terça-feira (17). Já as autoridades britânicas instauraram o “alerta laranja” na segunda e na terça-feira em algumas áreas do Reino Unido.

Ophelia passa pela região 30 nos após a “Grande Tempestade”, como ficou conhecido o furacão que castigou os britânicos em outubro de 1987. O episódio fez 18 mortos e arrancou milhares de árvores no Reino Unido. Na época, as autoridades locais foram acusadas de terem minimizado o fenômeno.

Mesmo se Ophelia deve seguir diretamente dos Açores para a Irlanda, as autoridades de outros países europeus, como a França, acompanham com atenção a evolução da rota do furacão.