rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Reino Unido Espanha Catalunha Theresa May Mariano Rajoy

Publicado em • Modificado em

Theresa May apoia Rajoy em relação à Catalunha

media
Mariano Rajoy se encontrou com Theresa May em Londres, em 5 de dezembro de 2017 REUTERS/Matt Dunham/Pool

A primeira-ministra britânica, Theresa May, reiterou nesta terça-feira (5) apoio a seu contraparte espanhol, Mariano Rajoy, diante do desafio dos independentistas catalães.


"Quero reiterar o meu apoio ao primeiro-ministro Rajoy na Catalunha. É importante que cumpram o Estado de direito e respeitem a Constituição espanhola", disse May em uma reunião com Rajoy em Downing Street.

O líder espanhol respondeu com gratidão às palavras de May: "quero agradecer à primeira-ministra o apoio que deu ao governo espanhol e ao povo espanhol no conflito que vivemos nos últimos tempos na Catalunha".

"Sem respeito ao Estado de direito e sem respeito à lei não há democracia", sentenciou o político conservador.

Antes de seu encontro com May, Rajoy publicou um artigo no jornal britânico The Guardian assegurando que a saída britânica da União Europeia (UE) não prejudicará as relações bilaterais.

"May nos apoiou na Catalunha. O Brexit não acabará com nossos laços", via-se na coluna, na qual Rajoy repassou os vínculos entre "duas das monarquias mais antigas do mundo".

"Nossa unidade pode ser vista também na firmeza e na clareza do governo de May ante os recentes acontecimentos da região autônoma da Catalunha", afirmou o chefe de Governo em referência à frustrada proclamação de independência de 27 de outubro pelo presidente catalão destituído Carles Puigdemont.

"Berço do parlamentarismo"

"A posição do Reino Unido é particularmente importante, porque é o berço do parlamentarismo e do Estado de direito", apontou.

"Espero", acrescentou, em referência à situação na região, "que as próximas eleições regionais na Catalunha nos permitam retornar à normalidade e estabilidade".

A reunião aconteceu em um momento difícil para a primeira-ministra pelas negociações do Brexit.

Na segunda-feira, May foi a Bruxelas fechar a primeira fase das negociações do Brexit e passar à parte que mais lhe interessa - a da futura relação comercial -, mas voltou sem alcançá-la e enfurecendo os unionistas da Irlanda do Norte, que lhe permitiram governar com seu apoio parlamentar, por uma concessão à Irlanda na futura fronteira.

Rajoy expressou sua esperança de que "alcancem um acordo que respeite os interesses de todas as partes em relação ao acordo financeiro e à fronteira com a Irlanda".