rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Espanha Nevasca

Publicado em • Modificado em

Nevasca provoca caos na Espanha e na Rússia

media
Situação ficou complicada nas estradas espanholas. REUTERS/Eloy Alonso

As fortes nevascas registradas em grande parte da Espanha provocaram nesta segunda-feira (5) o cancelamento de dezenas de voos no aeroporto de Madri. Já na Rússia uma tempestade de neve inédita deixou pelo menos um morto neste fim de semana. 


No total, 70 voos foram cancelados no aeroporto de Madri-Barajas. Vários aviões tiveram que ser desviados para Valencia e para Barcelona.

Várias linhas de trem e estradas tiveram que ser fechadas por causa da neve. O governo também teve que suspender as aulas para dezenas de milhares de crianças.

A delegação do governo de Madri anunciou nesta segunda-feira a elaboração de um plano para as nevascas, que têm caído fortemente desde sábado (3). As autoridades vão deslocar máquinas limpa-neves e espalhadoras de sal, além de interromper o tráfego de certas vias.

No começo de janeiro, 250 soldados tiveram que ser mobilizados para ajudar a resgatar centenas de motoristas que ficaram presos em seus veículos durante a noite por causa da neve acumulada na rodovia que liga Madri a Segovia.

Como na vizinha França, a Agência Estatal de Meteorologia prevê que neve e geadas devem continuam em grande parte da Espanha nesta terça-feira (6).

Neve faz vítima fatal em Moscou

Cerca de 70 mil agentes da prefeitura foram mobilizados para limpar as estradas e ruas em Moscou e arredores. REUTERS/Sergei Karpukhin

Uma pessoa morreu e outras cinco ficaram feridas neste domingo (4) em Moscou na maior tempestade de neve já registrada na capital russa. Em 24 horas, 43 centímetros de neve caíram na capital, ou seja, mais da metade do que cai em média na cidade em um mês, de acordo com o Serviço Meteorológico Nacional.

Na manhã desta segunda-feira a situação ainda estava caótica em Moscou. Cerca de 70 mil agentes da prefeitura foram mobilizados para limpar as estradas e ruas. Por causa da tempestade, quase 150 voos foram atrasados e dezenas foram cancelados nos aeroportos da capital.