rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Linha Direta
rss itunes

Suécia quer equilibrar representação de mulheres e homens na Wikipédia

Na quinta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, a Suécia promoverá um mutirão global no Brasil e em outros 50 países para ampliar a a representação feminina na Wikipédia, a enciclopédia colaborativa da internet. A ideia é impulsionar a igualdade de gênero na rede.

Claudia Wallin, correspondente da RFI em Estocolmo

Com a hashtag #WikiGap, a meta da iniciativa sueca é capacitar voluntários para aumentar a produção de perfis e artigos na Wikipédia sobre mulheres, em diferentes campos do saber. A Wikipédia é a maior enciclopédia on-line do mundo, mas há um grande desequilíbrio no seu conteúdo em termos do conhecimento que dissemina sobre homens e mulheres: mais de 80% dos perfis publicados são sobre homens, e 90% do material da enciclopédia é escrito por autores masculinos.

A Suécia é o primeiro país do mundo a adotar uma política exterior feminista”, disse à RFI Lina Eidmark, a responsável pela organização da iniciativa do governo sueco. “Com o #WikiGap, esperamos fortalecer os direitos e a representação de mulheres, além de ajudar a promover uma internet mais igualitária.”

Os pólos organizadores do mutirão do dia 8 de março vão ser as embaixadas da Suécia em Brasília e nas demais capitais envolvidas no evento. Em cada país, vão ser oferecidas oficinas práticas durante todo o dia para capacitar mulheres, homens e pessoas de outros gêneros a redigir e editar perfis sobre personalidades femininas na enciplodéia on-line e promover a igualdade de gênero. Os eventos serão realizados em colaboração com a organização gestora da Wikipédia, a Wikimedia.

Representação das brasileiras na Wikipédia

Em Brasília, as atividades da oficina prática vão acontecer na sede do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), das 9h às 18h. O foco do mutirão brasileiro vai ser a produção de conhecimento sobre a representação feminina no campo das políticas públicas e do desenvolvimento. 

Pesquisadores brasileiros foram especialmente convidados para a tarefa, e o público em geral também será chamado a participar do evento com suas opiniões através das redes sociais, na hashtag #WikiGap. 
Sob orientação de consultores da Wikimedia, os pesquisadores vão participar de oficinas práticas para redigir conteúdos on-line sobre mulheres relevantes - seja diretamente, através de verbetes sobre essas mulheres, ou indiretamente, a partir de citações e referências a trabalhos produzidos por mulheres. 

As oficinas também vão produzir artigos na língua portuguesa para a Wikipédia sobre a desigualdade de gênero e a experiência social vivida pelas mulheres, a partir da complementação de verbetes existentes ou da produção de novos conteúdos. O objetivo é finalizar o workshop brasileiro no Dia Internacional da Mulher com uma série de verbetes finalizados ou já em processo de edição.
Além do Brasil, o mutirão do Dia Internacional da Mulher vai acontecer em países como Estados Unidos, Rússia, México, Alemanha, Tanzânia, Colômbia, Bélgica, Itália, França e Espanha.

Quais mulheres entrarão na Wikipédia

A decisão sobre quais mulheres serão objeto de biografias e verbetes caberá aos voluntários de capa país participante do #WikiGap, de acordo com as regras definidas pela Wikipédia. Na Tanzânia, por exemplo, uma campanha está incentivando a população a indicar nomes de mulheres que ela gostaria de ver representadas em artigos na enciclopédia on-line. 

Na capital sueca, o evento do #WikiGap vai ter como tema central a participação feminina na tecnologia e na ciência. 

“Depois do Dia Internacional da Mulher, nosso plano é divulgar todas as ferramentas necessárias para que qualquer pessoa no mundo possa criar seu próprio evento #WikiGap, com ou sem a participação da Suécia”, afirma Lina Eidmark. 
 

Protestos contra padre acusado de abuso sexual marcam visita do Papa aos países bálticos

Destituição do chefe da agência de inteligência alemã abala governo Merkel

70° Emmy é marcado por pedido de casamento e premiação de “The Marvelous Mrs. Maisel”

Hong Kong se recupera da passagem do tufão Mangkhut, o mais forte que já atingiu o território

Em Berlim, congresso sobre violência sexual destaca casos na Igreja Católica

25 anos depois, Acordos de Oslo entre Israel e Palestina parecem cada vez mais distantes

Primárias em Nova York podem concretizar "ano da mulher" do Partido Democrata

Ameaças de sanções contra o Tribunal Penal Internacional reforçam opção isolacionista dos EUA

Suécia: eleições devem confirmar avanço de partido da extrema-direita e anti-imigração

Devido ao Brexit, Reino Unido perde apoio dos países europeus no caso Skripal

Acusado de apoiar terrorismo, Catar pode virar ilha e ficar totalmente isolado

Aufstehen, movimento de esquerda e anti-imigração, é lançado na Alemanha

Ministro italiano pode ser afastado do cargo por bloquear migrantes na Sicília

Papa tenta na Irlanda conquistar católicos afastados por escândalos de pedofilia