rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Bélgica Atentado Terrorismo Polícia

Publicado em • Modificado em

Bélgica: atentado deixa três mortos em Liège

media
Policiais próximo ao local onde aconteceu o tiroteio em Liège, na Bélgica, que deixou quatro mortos.29/05/18 JOHN THYS / AFP

Duas policiais e a passageira de um veículo morreram em um tiroteio em Liège, nesta terça-feira (29), segundo a porta-voz da Promotoria desta cidade do leste da Bélgica, Catherine Collignon. O autor dos tiros também foi morto. O caso está sendo investigado pela Procuradoria Federal belga, responsável por casos de terrorismo.


O tiroteio aconteceu às 10h30 locais na avenida Avroy, uma das principais do centro da cidade de 200 mil habitantes. O autor, identificado como Benjamin Herman, atacou duas policiais durante uma blitz, com um estilete, se apoderando de uma das armas. Em seguida, disparou contra as oficiais. Além delas, uma passageira morreu. As informações são da RBTF, a rede de rádio e TV francófona na Bélgica.

Um homem se refugiou em um colégio após os disparos e tomou rapidamente uma faxineira como refém, mas foi morto pela polícia. O bairro foi interditado. Benjamin Herman tinha diversas passagens pela polícia e foi condenado por tráfico de drogas. Ele é considerado violento, mas mesmo assim obteve permissão de saída e estava em liberdade monitorada desde segunda-feira (28).

Segundo Procuradoria Federal belga, o caso está sendo tratado como um ato terrorista. De acordo com a imprensa local, o sequestrador teria gritado "Allahu Akbar" (Alá é grande).

Bélgica foi palco de vários atentados

Policiais e militares foram alvos de várias agressões desde 2016 na Bélgica, onde o grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou um atentado em março de 2016, que deixou 32 mortos no metrô e aeroporto de Bruxelas. O último ataque considerado "terrorista" no país aconteceu em 25 de agosto de 2017, quando um homem de 30 anos de origem somalí atacou, com uma faca, dois soldados aos gritos de "Allahu Akbar" no centro de Bruxelas. Um soldado ficou levemente ferido e o autor do ataque foi morto.