rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Linha Direta
rss itunes

Lisboa comemora Jubileu de Diamante do príncipe Aga Khan

Lisboa foi a cidade escolhida para receber as cerimônias de encerramento de comemoração do Jubileu de Diamante do príncipe Karim Aga Khan, o imã da comunidade muçulmana dos ismaelitas. As comemorações começaram no último fim de semana e terminam no dia 12 de julho.

Adriana Niemeyer, correspondente da RFI em Lisboa

Cerca de 60 mil pessoas, entre membros da comunidade espalhada pelo mundo e vários convidados internacionais, devem passar pela capital portuguesa. O programa inclui diversas exposições e concertos preparados para lembrar os 60 anos de "mandato" do príncipe Aga Khan, considerado como um chefe de Estado.

Nesta segunda-feira (9), o representante da comunidade ismaelita foi recebido pelo primeiro-ministro Antônio Costa, que é filho de pai indiano, para um jantar de gala. Ele também teve um encontro com o presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa.

Nesta terça-feira (10), ele será recebido na Assembleia da República, onde fará um discurso e vai inaugurar uma exposição. Aga Khan visita depois o local onde será construído o futuro “Ismaili Imamat” (imamato ismaelita), ainda em obras, que irá acolher sede mundial da comunidade a partir do próximo ano.

A chamada comunidade muçulmana “Shia Imami Ismaili” é um ramo dos muçulmanos xiitas, descendentes da linha do genro de Maomé, Ali, com a sua filha Fátima. Espalhada por cerca de 130 países, calcula-se que sejam cerca de 15 milhões em todo mundo. Na Europa, eles estão presentes principalmente na Grã-Bretanha, França e Portugal.

Com funções múltiplas, que vão muito além da orientação religiosa e da interpretação do Corão, Karim Aga Khan tem a seu cargo a educação cívica da comunidade. “Os meus deveres são bem mais complicados do que os do Papa. Ele só tem de se preocupar com o bem-estar espiritual do seu rebanho”, disse um dia.

Os ismaelitas contribuem com doações, que não são obrigatórias, para o funcionamento da comunidade. Eles costumam orar duas vezes ao dia, mas não são obrigados a ir ao templo e nem de se curvar durante as orações, feitas como uma meditação.

As mulheres não usam véu e vestem-se de acordo com os costumes locais. São muito bem integrados com as outras religiões. Em Portugal , por exemplo, organizam uma ceia de Natal para os mais necessitados e idosos fora da comunidade.

Quem é Karim Aga Khan?

Karim Aga Khan é o terceiro Aga Khan a liderar a comunidade. O título foi atribuído pelo Xá da Pérsia por volta de 1830. O atual líder líder dos ismaelitas, que nasceu em Genebra em 1936,  tinha apenas 20 anos quando tudo começou em 1957. O avô, Aga Khan III, deixou em testamento a indicação de o neto seria o 49.º imã.

O pai é Aly Khan, o filho mais novo de Aga Khan III, um playboy que encheu páginas de jornais com as suas histórias, incluindo o romance e casamento de dois anos com a atriz Rita Hayworth. Morreu em 1960 depois de um acidente de automóvel. Karim estudou em Harvard e foi casado duas vezes. A primeira com uma antiga modelo britânica, com quem teve três filhos, e a segunda com uma cantora pop de origem alemã, com quem tem um filho. Também chamado de Sua Alteza, título atribuído pela Rainha Isabel II da Inglaterra, Aga Khan é um dos 10 homens mais ricos do mundo.

Atividades sem fins lucrativos

O líder da comunidade fundou uma das maiores redes privadas para o desenvolvimento do mundo, empregando 80.000 pessoas. A AKDN (Aga Khan Development Network), é hoje um grupo de agências privadas internacionais que procuram melhorar as condições de pessoas em várias regiões do mundo, com um orçamento anual, para atividades sem fins lucrativos, que ronda os € 600 milhões, trabalhando em 30 países.

 

70° Emmy é marcado por pedido de casamento e premiação de “The Marvelous Mrs. Maisel”

Hong Kong se recupera da passagem do tufão Mangkhut, o mais forte que já atingiu o território

Em Berlim, congresso sobre violência sexual destaca casos na Igreja Católica

25 anos depois, Acordos de Oslo entre Israel e Palestina parecem cada vez mais distantes

Primárias em Nova York podem concretizar "ano da mulher" do Partido Democrata

Ameaças de sanções contra o Tribunal Penal Internacional reforçam opção isolacionista dos EUA

Suécia: eleições devem confirmar avanço de partido da extrema-direita e anti-imigração

Devido ao Brexit, Reino Unido perde apoio dos países europeus no caso Skripal

Acusado de apoiar terrorismo, Catar pode virar ilha e ficar totalmente isolado

Aufstehen, movimento de esquerda e anti-imigração, é lançado na Alemanha

Ministro italiano pode ser afastado do cargo por bloquear migrantes na Sicília

Papa tenta na Irlanda conquistar católicos afastados por escândalos de pedofilia

Guerra comercial: visando liderança global, EUA e China não devem recuar

Manifestação na Argentina pede fim da imunidade parlamentar de Cristina Kirchner