rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Linha Direta
rss itunes

Lisboa recebe Web Summit, conferência de inovação digital que reúne estrelas do setor

Começa nesta segunda-feira (5) e vai até quinta, em Lisboa, a décima edição do Web Summit, um dos maiores eventos de tecnologia e inovação da Europa. Esta é a terceira vez que a capital portuguesa sedia a conferência, que reúne gigantes do digital, start-ups e microempresas.

A palestra de abertura da Web Summit neste ano será feita pelo engenheiro britânico Tim Berners-Lee, inventor, nos anos 90, do www (World Wide Web), o protocolo que possibilita o acesso à rede. Avesso a aparições públicas, o cientista que trabalhava no CERN (Conselho Europeu para a Pesquisa Nuclear) falará sobre a transformação da rede e os obstáculos enfrentados para que a web seja um instrumento a serviço da humanidade. Na abertura do evento também estarão presentes o secretário-geral da ONU, António Guterres, e o primeiro-ministro português, Antonio Costa.

Outra estrela do Web Summit neste ano é Evan Williams, co-fundador da plataforma Blogger, que lançou o formato Blog, que deu início aos diários digitais. A empresa foi comprada pelo Google. Além dele, sobem no palco do Web Summit o ex primeiro-ministro britânico, Tony Blair, a atriz Maisie Williams, o presidente executivo do eBay, Devin Wenig, além do designer de moda Alexander Wang e o presidente da Microsoft Corporation, Brad Smith.

A representante francesa da extrema-direita, Marine Le Pen, chegou a ser cogitada para a lista de speakers, mas o presidente executivo da Web Summit, Paddy Cosgrave cancelou o convite diante das reações negativas da esquerda portuguesa.

Durante os três dias do evento, mais de 70 mil participantes de 170 países discutirão economia, inteligência artificial e o papel da imprensa na era digital. Lisboa sediará o evento durante os próximos dez anos, diz o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina.

Participação brasileira

O empresário brasileiro presidente em Portugal, Eduardo Migliorelli, da AtlanticHub, e o empresário português, Filipe Rosa, criaram a “Missão Web Summit” que organiza a vinda de um grande grupo de brasileiros interessados em expandir seus negócios, investindo em Portugal. O stand se chama “Brasil Conexion” e pretende divulgar o trabalho que vem sendo desenvolvido no país.

Para o brasileiro Luís Calado, que trabalha numa multinacional norte-americana, participar pelo segundo ano consecutivo do Surf Summit, é uma boa maneira de fazer contatos e se aproximar das pessoas com os mesmos interesses.

O vice-presidente dos empresários da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Gilberto Lima, explica que a Web Summit é o evento que dá as diretivas do futuro mercado da inovação. A organização da sua empresa, Going Global Consulting, trouxe mais de 200 empresas brasileiras para esta edição, 120 a mais do que no ano passado.

(Com informações de Adriana Niemeyer, correspondente em Lisboa)

Fim do Airbnb na Cisjordânia reforça ações contra ocupação israelense

Trump fecha o cerco aos migrantes latino-americanos na fronteira com o México

Primeiro Foro Mundial do Pensamento Crítico da esquerda discute vitória de Bolsonaro

Brexit: Parlamento britânico está dividido sobre acordo entre May e UE

Brasileiros da Cisjordânia estão indignados com possível transferência da embaixada do Brasil para Jerusalém

Senado italiano aprova projeto para reduzir proteção humanitária a imigrantes

Moro deixa a posição de quase semideus e passa a ser ministro em cenário conturbado, diz cientista político

Para Turquia, morte de Khashoggi não poderia ter ocorrido sem ordem do alto escalão saudita

Republicanos e democratas rejeitam veto de Trump para cidadania por nascimento

Tensões geopolíticas com morte de jornalista geram incertezas à economia saudita e da região

Em meio à onda militarista de Bolsonaro, Chile e Uruguai punem insubordinações de militares