rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Itália Benito Mussolini Fascismo extrema direita

Publicado em • Modificado em

Com nome de imperador, bisneto de Mussolini entra na política

media
Imagem do vídeo do lançamento da campanha Caio Julius Caesar Mussolini Reprodução La Republicca

O bisneto do ditador italiano Benito Mussolini, que leva o altivo nome de Caio Julius Caesar Mussolini, se declara candidato para as eleições europeias com o partido de extrema direita Fratelli d'Italia (Irmãos da Itália).


"Muitos querem colocar o nome de Mussolini na folha de votação", disse o ex-oficial da Marinha, nascido há 50 anos na Argentina, mas que passou sua infância entre a Itália e a Venezuela.

Em uma entrevista publicada na terça-feira (9) pelo jornal romano Il Messaggero, ele disse que não foi escolhido por seu sobrenome, mas por seu senso de dever e experiência.

Homem de negócios, dois diplomas universitários e experiência internacional como funcionário da Finmeccanica, gigante industrial do Estado italiano, Caio Mussolini está lançando pela primeira vez na política, apesar do fato de que a história de sua família desencadeia reações conflitantes.

"Defenderei os interesses nacionais em todos os atos e votações", prometeu o "novo Mussolini", que também leva o nome do famoso imperador romano.

Não é o primeiro Mussolini que entra na política. Sua prima, Alessandra Mussolini, neta do Duce, é membro do Parlamento Europeu desde 2014 e já foi senadora e deputada nacional.

A Itália está pendendo cada vez mais para a direita com a política xenófoba do governo de coalizão entre a direitista Liga e o antissistema Movimento 5 Estrelas, de modo que não surpreende a estreia na política de outro herdeiro de Mussolini num partido de extrama direita.

(Com informações da AFP)