rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Portugal Acidente Alemanha Angela Merkel luto

Publicado em • Modificado em

Portugal decreta três dias de luto após acidente que matou 29 turistas na ilha da Madeira

media
Acidente de ônibus na Ilha da Madeira mata 29 turistas alemães Captura de vídeo

Um acidente com um ônibus na ilha da Madeira matou 29 turistas alemães nesta quarta-feira (17), segundo o prefeito da cidade de Santa Cruz, Filipe Souza. O governo português decretou três dias de luto nacional depois da tragédia.


Em seu primeiro boletim, o prefeito havia informado a morte de 17 mulheres e 11 homens no acidente, mas um dos feridos, uma mulher, morreu depois no hospital. O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, revelou que todas as vítimas eram alemãs. Quatro passageiros ainda continuam internados. Nove dos 22 feridos tiveram alta. "Manifesto a tristeza e a solidariedade de todos os portugueses neste momento trágico, e o pesar a todas as pessoas próximas às vítimas, que, segundo me informaram, são todas alemãs", declarou o presidente à TV estatal RTP.

O ministro alemão das Relações Exteriores, Heiko Maas, anunciou em um comunicado que viaja nesta quinta-feira à ilha com uma equipe de médicos, psicólogos e funcionários para “encontrar-se com as vítimas e outras pessoas envolvidas na tragédia e agradecer as autoridades portuguesas”.

O acidente ocorreu às 18h30 local (14h30 Brasília), segundo o prefeito de Santa Cruz, Filipe Souza. O ônibus saiu da curva da estrada Ponta da Oliveira e da rua Alberto Caniço, em uma colina que contorna o vilarejo de Caniço, e capotou várias vezes. Por razões ainda desconhecidas, o motorista do ônibus perdeu o controle do veículo, que saiu da pista e caiu sobre uma casa construída à margem da estrada. O ônibus pertencia a uma empresa portuguesa e transportava 55 turistas, a maioria alemães. De acordo com a imprensa local, eles tinham saído do hotel Quinta Splendida e se dirigiam para um restaurante em Livramento, no Funchal.

Premiê português liga para chanceler alemã

O primeiro-ministro português, António Costa, revelou no Twitter ter entrado em contato com a chanceler alemã, Angela Merkel. "Foi com profundo pesar que tive conhecimento do trágico acidente ocorrido na Madeira", lamentou o chefe de governo socialista. "Em nome do governo português, apresento minhas mais sentidas condolências a todas as pessoas afetadas. Também tive a oportunidade de transmitir todo o meu pesar à chanceler Angela Merkel por estes momentos difíceis".

Equipes de legistas devem ser deslocadas para Funchal para ajudar auxiliar as autoridades da ilha na identificação das vítimas. Situada a cerca de 500 km da costa do Marrocos, a Ilha da Madeira atrai a cada ano milhares de turistas estrangeiros, principalmente britânicos e alemães. O arquipélago, formado pelas ilhas de Madeira e Porto Santo, tem 270 mil habitantes, e mais de 130 mil vivem em Funchal, a capital regional, cuja costa está totalmente urbanizada com hotéis de luxo e complexos turísticos.