rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Brasil-Mundo
rss itunes

Ítalo-brasileira disputa vaga de eurodeputada para ser "a voz da Amazônia" no Parlamento Europeu

A candidata Ivanilde Carvalho, nascida em Guajará-Mirim, no estado de Rondônia, será a única brasileira com dupla nacionalidade italiana a disputar uma vaga no Parlamento Europeu nas eleições de 26 de maio próximo. Ela concorre pela coligação que reúne os partidos de esquerda em toda a Europa.

Caso seja eleita, Ivanilde pretende levar ao Legislativo europeu projetos para a acolhida de imigrantes baseados no modelo de integração promovido na cidade de Riace, na Calábria, e atuar para que os imigrantes regulares sem cidadania europeia possam votar nas eleições para o Parlamento Europeu. Ela também utilizará seu mandato para denunciar o desmatamento na Amazônia.

“Com esse convite, tivemos que estudar propostas para levar à União Europeia", conta Ivanilde. Por ter nascido em Rondônia, ela considerou que seria justo falar sobre a destruição da Amazônia e o que ainda estão planejando para a região, explicou à RFI.

O lema “Europa, substantivo feminino”, adotado na campanha, seduziu Ivanilde. Ela foi convidada a participar da eleição por seu trabalho no comitê italiano "Lula Livre" ("Lula Libero") e no Coletivo Marielle Franco. Além disso, ela também acumula a experiência de mediadora cultural, sobretudo ao lado de mulheres brasileiras que imigraram para a Itália e que se encontram em situação de vulnerabilidade.

“Nós esperamos que este vento fresco que chegou da Espanha com a vitَória do socialismo seja uma esperança", diz. "O melhor de tudo é que temos uma brasileira no Parlamento espanhol”, comemora.

Formada em Turismo na Universidade Cristiana da Bolívia (Ucebol), Ivanilde irá disputar seu primeiro mandato a um cargo público. Ela concorre pela circunscrição da Itália Central, que reúne votos das regiões de Lazio, Umbria, Marche e Toscana. Para encurtar distâncias, ela utiliza as redes sociais para promover suas propostas de campanha.

"Estamos mobilizando todas as nossas redes, os imigrantes, as feministas, que nos dão apoio incondicional, e apostamos num efeito multiplicador, porque é difícil estar no mesmo dia em diferentes regiões", relata. "Por sorte eu tenho uma rede de apoio, pessoas que me ajudam no trabalho do dia a dia, que cuidam da minha agenda, porque não posso esquecer que também sou mãe, tenho que levar a filha à escola e cuidar de casa", explica Ivanilde. Ela diz que o marido e as filhas têm colaborado e dão apoio à sua escolha.

A Itália irá enviar 73 deputados ao Parlamento de Estrasburgo. Mais de mil candidatos foram autorizados a concorrer na eleição italiana.

Cineasta brasileiro apresenta filme sobre ator uruguaio George Hilton em festival de Milão

Jovem talento de Paraisópolis tem experimento testado em parceria com a Nasa

Estilista Napoleão César celebra carreira na Itália com explosão de cores

Visão modernista do paisagista Burle Marx é destaque em exposição em Nova York

Brasileiro de 13 anos é primeiro sul-americano no principal concurso de violino do mundo

Brasil disputa mercado de locações de filmagens em Hollywood, mas ainda é pouco competitivo

Forró vira mania em Portugal e brasileiros investem no mercado do baião

Nacionalismo dos húngaros leva cineasta brasileiro a produzir filme na Alemanha

UE tem problema de comunicação e não desperta paixões, diz brasileira especialista em política europeia

Escritor ítalo-brasileiro cria associação para ajudar estrangeiros na Itália

Executiva brasileira lança em Londres rede social inédita sobre ansiedade no trabalho

Mãe e filha brasileiras dão curso gratuito de história da arte em Roma

Brasileira Simone Menezes é finalista do 1° concurso mundial de regentes mulheres em Viena

“Aquarelas do Descobrimento”, de Carybé, sai primeira vez do Brasil para exposição em Lisboa

Projeto "Brasil em Concerto" divulga música clássica brasileira pelo mundo