rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Grécia Ilha Fogo

Publicado em • Modificado em

UE se mobiliza para conter incêndio na Grécia

media
Um avião sobrevoa a ilha de Eubeia em um outro incêndio. LOUISA GOULIAMAKI / AFP

A União Europeia fez um apelo nesta terça-feira (13) aos países do bloco para combater o violento incêndio na ilha de Eubeia, na Grécia. O comissário encarregado da gestão das crises, Christos Stylianides, também anunciou que a UE iria mobilizar seus meios de intervenção.


Diversos estados europeus fazem parte de um programa de emergência, chamado rescUE, e foram todos solicitados a fornecer ajuda para conter o fogo. Caso, ainda assim, o reforço seja insuficiente, a UE vai mobilizar sua própria tropa de 9 aviões e 6 helicópteros, segundo o porta-voz da Comissão Europeia. O mecanismo rescUE funciona desde o início do ano na contenção de incêndios florestais.

O incêndio, cuja fumaça já chegou a Atenas, começou por volta das 3 horas da manhã em uma rodovia e se propagou rapidamente. O monastério de Panagia Makrymallis foi evecuado por precaução, assim como 500 moradores dos vilarejos de Kontodespoti e Agrilitsa. Os ventos ajudaram a espalhar o fogo na vegetação densa e seca do centro da ilha, localizada 100 km a nordeste da capital grega.

O primeiro-ministro grego, Kryakos Mitsoakis, encurtou suas férias para acompanhar a evolução do incêndio. Já o ministro do Interior, Takis Theodorikakos, compareceu à ilha Eubeia.

Incêndio fora de controle

Autoridades afirmaram que o incêndio no momento está fora de controle e se estende a uma "área inacessível às forças terrestres", de acordo com a AFP. Segundo a agência de notícias ANA, o fogo está devastando uma floresta protegida por causa de sua fauna e flora silvestres.

Cerca de 200 bombeiros estão no local, apoiados por 75 veículos, cinco helicópteros e seis aviões. Por causa dos ventos fortes, a fumaça foi impulsionada para regiões vizinhas, como a Península de Pelion, Ática e Atenas, onde moradores e turistas correm o risco de serem afetados.

Segundo os bombeiros, outro incêndio foi identificado na terça-feira em uma área florestal na ilha de Thassos, ainda sem representar grande perigo para os moradores.

Na sexta-feira (9), o nível de alerta dos serviços de emergência estava bastante elevado tendo em conta a combinação perigosa de temperaturas altas, ventos violentos e seca. A Grécia foi vítima nos últimos anos de vários incêndios florestais.

Somente no sábado, os bombeiros combateram mais de 50 incêndios. Dois deles foram localizados perto de Marathon, no norte de Atenas, onde uma colônia de férias teve que ser evacuada.