rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Greve Piloto Reino Unido

Publicado em • Modificado em

Greve na British Airways cancela quase todos os voos da companhia no Reino Unido

media
Mais de 100 mil passageiros serão afetados pela greve dos pilotos da companhia aérea British Airways. REUTERS/Hannah McKay/File Photo

A companhia aérea British Airways anunciou nesta segunda-feira (9) o cancelamento de quase todos os seus voos no Reino Unido, no primeiro dia de uma greve de pilotos para reivindicar melhores salários. Mais de 100 mil passageiros são afetados pela paralisação.


"Não temos escolha a não ser cancelar quase 100% de nossos voos", anunciou a companhia em um comunicado. O documento explica que a empresa foi obrigada a tomar a decisão pela falta de informações do sindicato de pilotos Balpa sobre o número de funcionários que estão em greve. Quase 93% dos pilotos da British Airways que são membros do sindicato Balpa votaram a favor do movimento.

A companhia opera quase 850 voos por dia no Reino Unido, a maioria com decolagem dos aeroportos de Heathrow e Gatwick, em Londres. A empresa, que pertence ao grupo IAG, também inclui espanhola Iberia e a irlandesa Aer Lingus.

A British Airways já havia alertado os clientes sobre prováveis cancelamentos de voos nesta segunda-feira em consequência da greve. A companhia propôs aos passageiros a devolução do dinheiro ou a mudança das reservas para outras datas.

Primeira grande greve na companhia

Esta é a primeira grande greve convocada pelos pilotos da British Airways. A paralisação deve continuar na terça-feira (10) e ter uma terceira rodada em 27 de setembro.

Segundo o sindicato Balpa, os pilotos fizeram “sacrifícios” pela companhia nos últimos anos e deveriam ser recompensados com os lucros da empresa.

Em comunicado, a British Airways reagiu à decisão dos funcionários de realizar a greve. “Após vários meses que passamos tentando resolver o conflito sobre os salários, lamentamos essa situação. Estamos dispostos a retomar as discussões com o Balpa”, anunciou a empresa.

Calcula-se que cada dia de greve custará à British Airways cerca de 40 milhões de libras (cerca de R$ 202 milhões). O valor superior à diferença entre as propostas salariais da administração e o que os pilotos exigem, uma soma não superior a 5 milhões de libras (cerca de R$ 25 milhões).