rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
  • Tunísia : Boca de urna aponta vitória do professor Kais Saied

Londres Brexit União Europeia

Publicado em • Modificado em

Homem tenta se imolar diante do Parlamento britânico

media
Policiais cercam o local, em frente Parlamento britânico, onde um homem se encharcou com gasolina nesta terça-feira (1°). @ResistersLondon/via REUTERS

Um homem foi preso nesta terça-feira (1°) após se encharcar com um líquido inflamável em frente ao Palácio de Westminster, sede do Parlamento britânico, em Londres. A polícia conseguiu intervir antes que ele conseguisse atear fogo em si mesmo.


Segundo testemunhas, o homem derramou sobre si mesmo o líquido que transportava em uma garrafa de dois litros de refrigerante. Ele também carregava um isqueiro, mas antes que pudesse acendê-lo, policiais utilizaram um extintor de incêndio contra ele.

Logo depois, a polícia confirmou que o líquido era inflamável. O deputado conservador Huw Merriman, que assistiu à cena, afirmou que a subtância tinha cheiro de gasolina.

O homem foi levado para um hospital, onde está sendo examinado. Testemunhas também disseram à imprensa local que o indivíduo pareceu ter ingerido a substância.

Brexit aumenta a tensão entre a população

Próximo ao local do incidente, havia cartazes a favor da saída do Reino Unido da União Europeia, com a mensagem "We voted Leave" (votamos para sair). No entanto, a polícia não esclareceu se pertenciam ao homem.

O episódio ocorre em um contexto particularmente tenso sobre a questão do Brexit. A saída do Reino Unido da União Europeia foi decidida em um referendo por 52% dos votos em 2016. No entanto, já foi adiada duas vezes devido à oposição de deputados ao acordo de divórcio negociado com Bruxelas.

Inicialmente previsto para março passado, o Brexit foi reprogramado para 31 de outubro, com possibilidade de prolongamento até janeiro. Mas, faltando menos de um mês, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, ainda não conseguiu um novo acordo com os europeus e ameaça realizar um Brexit duro, com consequências caóticas para o Reino Unido.