rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Argentina Assassinato França

Publicado em • Modificado em

Corpos de francesas mortas na Argentina devem chegar a França no final da semana

media
Os pais de Cassandre Bouvier e Houria Moumni (direita ) chegaram a Salta, na Argentina, nesta terça-feira, 2 de agosto. AFP

Os corpos das duas francesas econtradas mortas na Argentina devem chegar à França no final desta semana, mas ainda são muitas as dúvidas que pairam sobre o crime.

 


Sem testemunhas nem depoimentos, os investigadores apostam agora nas análises de DNA para tentar identificar os assassinos das duas jovens. Cassandre Bouvier, de 29 anos, e Houria Mumni, de 24 anos, foram encontradas mortas na última sexta-feira, em uma área de trekking no Monte de San Lorenzo, a 1.600 km de Buenos Aires.

A polícia argentina mantém detido um único suspeito até o momento. Daniel Vilte foi preso na noite de segunda para terça-feira e a única ligação aparente do suspeito com o crime é a compra de uma arma calibre 22, similar à utilizada contra as francesas.

Segundo os resultados da autópsia, quando foram encontradas, as jovens já estavam mortas há 48 ou 72 horas. Os investigadores contam com fios de cabelo e amostras de esperma encontrados no local do crime para poder identificar os autores do crime.

As primeiras pistas indicam que Cassadre Bouvier foi violentada antes de ser assassinada com uma bala na cabeça. A outra jovem, Houria Mumni, teria conseguido resistir à tentativa de estupro e escapar dos agressores, mas acabou sendo abatida com uma bala nas costas. Ela teria agonizado durante horas, antes de falecer.