rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

França Paris drone Libération Charlie Hebdo

Publicado em • Modificado em

Drones sobrevoam jornal Libération, que abriga redação de Charlie Hebdo

media
Uma dezena de drones foram vistos na noite desta terça-feira (3) para quarta-feira (4) em Paris. REUTERS/Gonzalo Fuentes

Drones misteriosos voltam a sobrevoar Paris na madrugada desta quarta-feira (4). Ao menos sete aparelhos teleguiados e não tripulados foram detectados na capital. Um deles sobrevoou a sede do jornal Libération, próximo da praça da Republica. O diário abriga desde os atentados de janeiro a redação do jornal satírico Charlie Hebdo.


Pela primeira vez, a polícia conseguiu seguir um dos drones até a região de Porte de Vincennes, no leste de Paris. O aparelho pousou e foi recuperado por homens que conseguiram fugir em um carro.

Mas, como das outras vezes, ninguém foi detido ou identificado e o mistério continua. As autoridades levantam a hipótese de uma operação coordenada, mas insistem que não há nenhum risco.

Na semana passada, durante duas noites seguidas, dez drones já tinham sobrevoado ilegalmente Paris, e uma investigação foi aberta. Na França, a pilotagem dos aparelhos, sem permissão, so é autorizada em locais desabitados.

Desde o mês de outubro, 60 voos de drones foram detectados em toda a França, indicou ontem o ministério do Interior. Os aparelhos sobrevovaram locais estratégicos e bem protegidos, como o Palácio do Eliseu, sede da presidência, a embaixada dos Estados Unidos, ou usinas nucleares.