rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

França Paris Poluição Saúde Maratona

Publicado em • Modificado em

Às vésperas da Maratona de Paris, prefeitura pede novas medidas para conter poluição

media
Os automobilistas de Paris reduziram a velocidade nesta quinta-feira (9) devido aos altos índices de poluição em Paris. REUTERS/Charles Platiau

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, quer manter a redução da circulação dos veículos para tentar conter o alto nível de poluição do ar até o fim de semana, quando será realizada a Maratona de Paris. A capital francesa registrou novos índices de poluição de partículas finas nesta quinta-feira (9).


A Airparif, empresa responsável pela medição de poluentes informou que a quantidade de partículas finas do tipo PM10 atingiu 78 microgramas por metro cúbico. O nível de alerta é de 80 microgramas. A poluição é agravada por um anticiclone que deixa o céu claro, mas a falta de ventos impede a dispersão dos poluentes.

Nas rodovias perto da capital, a velocidade média dos carros foi reduzida de 90 km/h para 70 km/h, o que deve ser mantido nesta sexta-feira (10). Além disso, se o nível de poluição continuar elevado, poderá haver rodízio de veículos no sábado, véspera da Maratona de Paris. O governo está estudando as medidas.

Segundo a Airparif, a poluição deve seguir alta amanhã pelo terceiro dia consecutivo, apesar da redução de velocidade dos veículos.

Maratona de Paris

Nos níveis de poluição atuais, é desaconselhado praticar esportes intensos, tanto ao ar livre quanto em ambientes fechados. "Se as medidas não contiverem a poluição, a Maratona de Paris corre o risco de acontecer sob condições precárias", alerta a prefeita.

A 39ª edição da Maratona de Paris deve reunir 54 mil participantes de 150 nacionalidades na capital francesa no domingo. Cerca de 500 inscritos têm mais de 65 anos de idade.