rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
A Semana na Imprensa
rss itunes

Luxuoso hotel Ritz reabre em Paris, com suíte de até € 27 mil

Por Lúcia Müzell

A crème de la crème mundial tem de volta um dos seus endereços favoritos em Paris. A imprensa semanal francesa desvenda o resultado de quase quatro anos de reformas no luxuoso hotel Ritz, um dos poucos palaces da capital francesa – grau acima do cinco estrelas. Foi a primeira vez que o lendário hotel fechou as portas, desde a sua inauguração, em 1898.

Coco Chanel, Ernest Hemingway, Audrey Hepburn. A lista de famosos clientes assíduos do Ritz é extensa e agora dá o nome às suítes mais prestigiosas do local. Como lembra M, a revista do jornal Le Monde, foi lá que Lady Di passou a sua última noite, antes de morrer em um acidente de carro em Paris, em 1997.

A reabertura acontece nesta segunda-feira (5), na Place Vendôme, endereço preferido das joalherias na cidade. Le Point relata que o novo Ritz vai apostar no luxo do luxo, ao oferecer um serviço VIP de buscar os hóspedes na saída do avião, acelerar os procedimentos aduaneiros junto às autoridades do aeroporto e levá-los o mais rapidamente para o conforto do seu quarto, a qualquer hora do dia ou da noite.
Os que preferirem podem optar por uma entrada discreta no hotel, por um túnel de oito metros aberto dentro de um estacionamento. A alternativa vai cair como uma luva para as celebridades que desejam evitar os paparazzi.

Preços salgados

Le Point traz fotos exclusivas do restaurante Espadon, pilotado pelo chef Nicolas Sale, e da suíte Vendôme, alguns exemplos da obra do arquiteto Thierry W. Despont. O projeto mistura o estilo tipicamente francês do século 18 com pitadas contemporâneas.

ritzparis/facebook

O hotel agora tem 142 quartos, 17 a menos do que antes, o que possibilita suítes com 40 a 300 metros quadrados. Cada uma tem uma decoração diferente, em tons pastéis, por uma conta que começa a € 1 mil a diária. Passar a noite na suíte imperial custa nada menos do que € 27 mil.

Spa da Chanel

O hotel ainda tem uma piscina aquecida de 18 metros, o primeiro spa exclusivo da Chanel e uma galeria com 95 vitrines e butiques de alta-costura, joalheria e design. No bar, o reputado “melhor barman do mundo”, Colin Field, prepara os famosos coquetéis do hotel, como o French 75 e o Fleurissimo.

O desafio da reforma foi fazer tudo mudar, mas manter as referências que fizeram o hotel se tornar mundialmente apreciado. A revista Les Echos Week-end observa que os habitués do Ritz serão capazes de sentir o mesmo cheiro de âmbar que o local tinha antes da reforma – e o mesmo monsieur Battino, o concierge, virá recolher delicadamente os casacos dos hóspedes na entrada.

ritzparis

Revista conta como artistas húngaros vivem com a política repressiva de Orban

Figurinos de Jean Paul Gaultier para Portela já despertam interesse dos franceses

Revista L’Obs traz matéria sobre o “Fascismo Tropical” de Bolsonaro

Revista francesa traz perfil de vice de Bolsonaro, um “general sinistro”

Com recompensa de US$ 25 mi, líder do grupo EI é o homem mais procurado do mundo

Rival de Merkel consegue se impor como homossexual em partido homofóbico

Qualquer que seja o presidente eleito, será difícil tirar Brasil da crise, diz revista francesa Le Point

Psiquiatras franceses defendem Plano Nacional para tratar distúrbios mentais

Revista revela casos de assédio sexual nos conservatórios musicais da França

Livro mostra como poder econômico compra eleição e enfraquece democracia

Francesa mostra circuito de 200 motéis como atração turística do Rio de Janeiro

Revista L’Obs questiona “o que é ser um homem na era pós #Metoo”

Exposição com fotos inéditas dos bastidores da Nouvelle Vague é destaque na imprensa francesa

“Cães dos poderosos”: animais de estimação de presidentes franceses são capa da revista do Le Monde

Projeto de extração de ouro na Guiana Francesa vira "mina da discórdia"