rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Escritor francês publica entrevistas inéditas com grandes nomes da Bossa Nova

Por Augusto Pinheiro

O jornalista e escritor francês Jean-Paul Delfino construiu uma carreira de cerca de três décadas dedicada ao Brasil. Autor de vários livros, ele acaba de finalizar "Bossa Nova", uma obra sobre o movimento musical brasileiro, que resgata entrevistas exclusivas e inéditas feitas com artistas que já estão mortos, como Nara Leão, Ronaldo Bôscoli e Baden Powell.

O projeto de Delfino começou há 30 anos, quando entrevistou vários músicos franceses apaixonados por música brasileira, como Georges Moustaki ou Claude Nougaro, que despertaram no escritor o interesse pelos ritmos do país. Em seguida, ele foi ao Rio de Janeiro e colheu depoimentos de estrelas como Caetano Veloso, Maria Bethânia, Nara Leão e Ronaldo Bôscoli, para realizar um livro sobre o tema, algo até então inédito na Europa. “Eu achava isso uma injustiça”, conta o autor, cuja pesquisa resultou na publicação de "Brasil Bossa Nova".

Agora, três décadas mais tarde, ele decidiu explorar trechos inéditos das mesma entrevistas, com um novo olhar. “Esses artistas falam de coisas que não usei naquela época, mas que agora têm uma sonoridade bem diferente, principalmente quando sabemos o que aconteceu nos anos 1950 no Brasil, antes do golpe de Estado”, comenta o autor, que fez pesquisas complementares sobre as relações políticas entre Brasília e Washington. O resultado poderá ser lido em um livro de cerca de 500 páginas que tem publicação prevista no Brasil em 2017, antes de ser lançado na França.

Delfino também acaba de lançar, em francês, o livro "Les Pêcheurs d'étoiles", obra que retrata uma noite surrealista na Paris dos anos 1920, onde se misturam como personagens o escritor Blaise Cendrars, compositor Erik Satie e o escritor, dramaturgo e cineasta Jean Cocteau. 

 

Grupo “Trio in Uno” lança álbum “Ipê” em homenagem ao cerrado brasileiro

"Hungria mantém refugiados em centros de detenção arbitrária", diz ativista

Nazaré Pereira, pioneira do forró na França, revela um “outro Brasil”

"Está difícil ter orgulho de ser brasileiro", diz Martinho da Vila, antes de show em Paris 

"Bacurau" mostra o Brasil, "um país maravilhoso, mas também muito feio”, disse Kléber Mendonça em Cannes

Com álbum “+100”, Casuarina apresenta samba moderno em turnê pela Europa

Do burlesco à modernidade, livro retraça percurso revolucionário da atriz Helena Ignez, musa do 'cinema marginal' brasileiro

Do burlesco à modernidade, livro retraça percurso revolucionário da atriz Helena Ignez, musa do 'cinema marginal' brasileiro

Fotógrafo brasileiro expõe em Paris reflexões sobre memória e preservação

Tinta Bruta, o filme da 'bicha que resiste' estreia no circuito comercial na França

Exclusão do português em exame de entrada na universidade na França gera protestos

Entre arqueologia e performance, jovem artista brasileira Manoela Medeiros estreia individual em Paris

“Macron quis governar a França como uma startup”, diz especialista sobre dois anos do presidente no poder

“Fomos influenciados pela França desde a infância”, diz autora de guias turísticos

“Legado de Da Vinci é universal” e disputa entre França e Itália é política diz professor da USP

Reforma da Previdência pode precarizar trabalhador com aumento da informalidade, diz economista Thomas Coutrot

“Rever o modo de funcionamento da educação no Brasil é muito preocupante”, diz Carlos Cury

Protagonismo indígena do Brasil nas artes plásticas é tema de exposição na França