rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Saulo Neiva: “Conto de Machado de Assis evoca situação no Brasil”

Por Leticia Constant

Saulo Neiva nasceu no Recife e vive há 24 anos na França. Ele leciona literatura portuguesa e brasileira na Universidade Blaise Pascal, em Clermond Ferrand (centro), onde dirige a Cátedra Sá de Miranda e o laboratório CELIS - Centro de Pesquisas sobre as literaturas e a sociopoética.

Autor de diversos livros, Saulo é um grande especialista na obra do escritor brasileiro Machado de Assis. Ele criou o projeto "Machado de Assis - Le Sorcier de Rio " (Machado de Assis - O Bruxo do Rio"), realizado em 2014 e 2015, que englobou uma grande exposição na Unesco para apresentar o autor para o público francês; paralelamente houve o lançamento da coletânea de contos "Várias Histórias" em uma nova tradução pela editora Garnier. O terceiro elemento foi a elaboração de um dossiê pedagógico que pode ser usado e recebido gratuitamente pelos professores de escola primária na França. O dossiê é baseado no "Conto de escola" de Machado de Assis, publicado na França em edição ilustrada e recomendado pelo Ministério francês da Educação.

Foi também no universo de Machado que Saulo Neiva encontrou um conto menos conhecido, "O Dicionário", "Le Dictionnaire", que foi traduzido em francês e republicado em edição ilustrada por Wellington de Melo, em um trabalho de cunho satírico que lembra a crise política no Brasil. "Fizemos uma edição bilingue, ilustrada, com uma leitura deliberadamente anacrônica do texto sobre a história de um político, um conspirador que dá um golpe de Estado e sobe ao poder... ele gostaria de ser um grande poeta e toma várias decisões arbitrárias. A ilustração evoca de maneira satírica e anacrônica a situação atual do Brasil", diz o professor. Os desenhos do livro mostram o rei que toma o poder do país imaginário com o rosto de Michel Temer.

O conto foi editado em livros pequenos e delicados, artesanais, dentro do conceito "cartonero", que têm um princípio ecológico e associativo. Cada capa é única, feita a mão e reutiliza o papelão.

 

 

 

"Camocim", documentário de Quentin Delaroche, recupera juventude idealista do interior de Pernambuco, no caos do esvaziamento ideológico do Brasil

“Negro, gay e comunista”, cubano Bola de Nieve é homenageado pela cantora Fabiana Cozza em Paris

Criminalizar homofobia no Brasil é uma vitória, “mas não é suficiente”, diz deputada Erica Malunguinho

Diretor brasileiro de animação mostra preocupação com diminuição de incentivo público durante Festival de Annecy

“América é último enigma na história da humanidade”, diz antropóloga

Desdém da classe média pelos mais pobres foi essencial para vitória de Bolsonaro, diz historiadora de NY

Psicanalista brasileira coordena seminários em Paris sobre angústia e distúrbios na aprendizagem

A palavra reinventada por Angela Detanico e Rafael Lain em exposição no Grand Palais

“O problema do Brasil não é econômico, é político”, afirma vice-presidente da CNI em Paris

“Vitalidade da democracia é essencial para barrar ações de Bolsonaro”, diz Manuela D’Ávila em Paris

Malvine Zalcberg lança na França livro sobre construção de identidade feminina entre mães e filhas

“Como os modernistas, foi na França que descobri minha brasilidade”, diz artista Júlio Villani

“Preciso desesperadamente de R$ 1 milhão”, diz diretor do Museu Nacional em Paris

Valorizar população indígena é o caminho para a preservação da Amazônia, diz historiador americano

Embaixada brasileira lança cartografia para mapear o ensino do português na França

“Modo de exercer o governo é inspirado no pior da ditadura”, diz professor brasileiro na França

Grupo “Trio in Uno” lança álbum “Ipê” em homenagem ao cerrado brasileiro